“Em oito anos, superamos obstáculos e criamos uma nova cidade”, afirma Romero Rodrigues, ao avaliar gestão que termina nesta sexta

 

Nos momentos finais de sua administração em Campina Grande, prefeito ressalta conquistas e agradece à cidade

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, cuja gestão termina nesta sexta-feira, 31, afirmou que ao longo de oito anos comandou a “construção de uma nova cidade”, levando-se em conta a execução de uma série de obras e de ações que levaram o município a retomar a sua auto-estima e a sua marcha de desenvolvimento. As declarações do prefeito foram feitas durante entrevista concedida ao Jornal Integração, da Rádio Campina Grande FM. 

De acordo com Romero, o seu governo foi marcado ela superação, pois encontrou, no início de 2013, uma cidade completamente destroçada. Lembrou que a cidade foi deixada pelo governo anterior com os mais diversos problemas, entre eles lixo, escuridão, atraso de subvenção de entidades filantrópicas, inadimplência com fornecedores, débitos de todo tipo e salários de servidores em atraso, muitos dos quais solicitaram empréstimos e estavam com os nomes no SPC e Serasa. 

Além da “herança maldita” recebido em nível municipal, Romero Rodrigues ressaltou a necessidade de superar muitos outros problemas oriundos da própria conjuntura regional e nacional, tais como as crises econômica e política, crise hídrica, sem esquecer também da inesperada pandemia do novo coronavírus. 

Obras e ações 

Em sua avaliação, mediante grande esforço e muita inovação administrativa, foi possível concretizar grandes sonhos da população campinense como a pavimentação de 1.200 ruas e avenidas, programa de modernização da iluminação pública e a construção do Conjunto Aluízio Campos com 4.100 unidades habitacionais, apontada por ele como a maior obra administrativa da história da cidade. 

O prefeito citou, ainda, a municipalização do Hospital Pedro I, construção de praças e parques, construção da Alça Leste e do Hospital da Criança e do Adolescente, conquista do Polo de Moda, implantação de novas empresas na cidade, geração de emprego e renda, além de muitas outras ações.

Romero ainda avaliou o grande desafio de enfrentar os efeitos da pandemia do novo coronavírus em Campina Grande, lembrando que sempre procurou dar apoio direto e pessoal à população, promovendo a distribuição de máscaras, remédios e tomando a iniciativa de instalar um hospital de campanha, como destinar o Hospital Pedro I e a Upa do Alto Branco para o atendimento exclusivo às pessoas acometidas pela doença. Além do povo de Campina Grande, foram atendidas pessoas de 69 municípios. 

Gratidão e fé no futuro 

Durante a entrevista, o prefeito Romero Rodrigues agradeceu, emocionado, a toda a sua equipe pelo empenho administrativo. Também demonstrou a sua gratidão à população em geral, que soube reconhecer todo o esforço do governo que se finda. 

Ele, por fim,  mostrou-se confiante no futuro da cidade, explicando que o futuro prefeito Bruno Cunha Lima tem o compromisso de dar sequência aos avanços implantados na cidade.

Nenhum comentário