Header Ads

Secretário critica flexibilizações anunciadas por Cartaxo

 


O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou nesta sexta-feira (30) novas medidas de flexibilização na Capital. O anúncio foi alvo críticas do secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros. Segundo ele, a gestão municipal ignora o aumento no número de casos já registrado e apontado por estudo divulgado pela Fiocruz.

De acordo com a Fiocruz, a Capital paraibana aparece com 95% de probabilidade de registrar aumento no número de casos de Síndrome Respiratória Aguda e de covid-19. Para o secretário, a PMJP adota medidas que se contrapõem à elevação no número de casos de contaminação pelo novo coronavírus. “Se observa um aumento gradual de ocupação dos leitos de UTI e casos novos confirmados”.

Com as novas medidas de flexibilização, que terão inicio a partir do próximo dia 6, os eventos em teatros, auditórios, arenas e ginásios semiabertos ou ao ar livre poderão voltar a ser realizados. “Além de refletir uma flexibilização atabalhoada sem obedecer a décima atualização do Plano Novo Normal, cuja bandeira Amarela atual atingida por João Pessoa não permitiria aquela aberturas”, declarou o secretário ao Mais PB.

Geraldo Medeiros teme que o trabalho desenvolvido e os objetivos alcançados nos últimos 7 meses seja perdido, principalmente, por colocar em risco a vida das pessoas.

 

PB Agora


Nenhum comentário