Header Ads

REPRESENTAÇÃO NEGADA - Incomodado pela imagem de Romero na campanha de Bruno, Inácio Falcão vai à Justiça e sofre derrota embaraçosa

 



Juiz Leonardo Oliveira, da 72ª Zona Eleitoral, não vê lógica na tentativa do comunista de excluir prefeito das peças publicitárias do candidato de seu partido


O candidato a prefeito pelo Partido Comunista do Brasil (PC do B), Inácio Falcão, da Coligação Campina Tem Jeito, sofreu uma constrangedora derrota no âmbito da Justiça Eleitoral. Através de uma representação, dada entrada na 72ª Zona Eleitoral, o deputado estadual e prefeitável tentou tirar a imagem do prefeito Romero Rodrigues da campanha publicitária do seu candidato à sucessão, Bruno Cunha Lima (PSD), da Coligação Campina Rumo ao Futuro. O argumento usado por Falcão foi de que a divulgação da imagem de Romero com Bruno causava confusão junto ao eleitorado, que poderia acreditar que o prefeito estivesse também disputando o pleito.

De forma objetiva, o juiz titular da 72ª Zona Eleitoral, Leonardo Sousa de Paiva Oliveira, não tomou conhecimento da ação, negando o pedido de Inácio Falcão de pronto, observando que a questão veiculada não se reveste da mínima plausabilidade jurídica, levando-se em conta ser fato público e notório que Romero Rodrigues não disputa nenhum cargo eletivo este ano, como também é amplamente sabido que o prefeito e Bruno Cunha Lima pertencem à mesma agremiação. Além do mais, lembra o magistrado, é do conhecimento geral que Romero apoia o ex-deputado estadual para sucedê-lo no cargo.

Para o coordenador do setor jurídico da Coligação Campina Rumo ao Futuro, Harrison Targino, a decisão deixa evidente que o apoio político do prefeito Romero Rodrigues à chapa Bruno Cunha Lima-Lucas Ribeiro em muito tem incomodado a oposição, que passa a evidenciar desconforto com esse bônus eleitoral na campanha do PSD. "Com mais de 76% de aprovação, segundo a última pesquisa do Instituto Opinião, Romero, como principal eleitor da cidade, traz um ingrediente que agrega peso político à candidatura de Bruno, somando-se isso naturalmente às qualidades do candidato e ao seu desempenho de alto nível na presente campanha", avaliou o advogado, destacando a decisão acertada do magistrado diante da representação sem nexo de Inácio Falcão.


Nenhum comentário