Header Ads

Pároco pede afastamento de Paróquia de Conde após ser alvo de discurso de ódio



O padre Luciano Gustavo Lustosa da Silveira, pároco na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, localizada no município de Conde, Litoral Sul da Paraíba, solicitou afastamento do cargo após ser alvo de discursos de ódio e ataques verbais através de redes sociais.

O pároco virou notícia nacional após ser preso por ter mandando pintar um cruzeiro instalado na frente da Igreja utilizada como sede paroquial. (Clique aqui para relembrar o caso)

Segundo o padre, o dito cruzeiro pertence à Igreja Católica, mas, a prefeita municipal, Márcia Lucena (PSB), afirma ser o “marco zero da cidade”, que pertence o município e que, portanto, o religioso não poderia ter mandado trocar a cor do barroco.

A partir desse evento, padre Luciano passou a temer por sua integridade física após receber, de modo continuado, ameaças e agressões virtuais que partem, principalmente, de pessoas com motivações políticas.

Diante de toda a situação e buscando me resguardar, solicitei a Arquidiocese um afastamento provisório da Paróquia, pois temo por minha integridade física, uma vez que eu estou sendo hostilizado por meio de discursos de ódio e ataques verbais dirigidos a mim através de redes sociais. A referida salvaguarda de minha integridade física em nada prejudica todos os procedimentos administrativos, policiais e judiciais sobre os lamentáveis fatos ocorridos, inclusive a respeito de qualquer tipo de ameaça decorrente de posicionamentos divergentes e lamentáveis“, afirmou o pároco em um trecho do documento encaminhado à Arquidiocese da Paraíba.

Clique aqui para conferir a íntegra da solicitação feita pelo padre à Arquidiocese.



paraibaradioblog

Nenhum comentário