Header Ads

Romero anuncia, para esta sexta, pagamento de quase R$ 7 milhões dos imóveis onde será construído o Centro Administrativo Municipal

 




Descadastrar


Editar cadastro


Versão web


COM RECURSOS DO MUNICÍPIO


 


Diocese de Campina Grande está recebendo R$ 6,5 milhões pelo prédio do antigo Assta e dono de galpão, R$ 200 mil

O processo de desapropriação dos dois imóveis, no bairro da Conceição, para a construção do futuro Centro Administrativo de Campina Grande, está sendo consolidado nesta sexta-feira, 11. O prefeito Romero Rodrigues confirmou o pagamento efetivo, no valor total de 6 milhões, 750 mil reais pelo prédio do antigo Colégio Assta e de um galpão. A obra de engenharia do Centro tem início nos próximos dias.

A rigor, a operação de transferência de recursos da conta da Prefeitura na Caixa Econômica para os proprietários dos imóveis foi iniciada nesta quinta-feira, 10. O prazo bancário de 24 horas para conclusão do processo é padrão.

A Diocese de Campina Grande, proprietária do imóvel, em cuja área de 6 mil metros quadrados funcionou o Assta, na rua Vigolvino Wanderley, está recebendo o maior volume dos recursos próprios do Município na desapropriação: R$ 6,5 milhões. Os R$ 200 mil restantes estão sendo depositados na conta do dono do galpão. O imóvel, na rua Severino Verônica, após demolido, viabilizará o acesso ao futuro e amplo estacionamento do Centro Administrativo.

Projeto e estrutura

A futura estrutura, a ser executada com base em projeto multidisciplinar, vai proporcionar à população a integração dos serviços municipais, inter-relacionamento dos setores administrativos, além de possibilitar economia e mais eficiência à gestão.

O prédio contará com quatro pavimentos. Haverá o uso de energia solar, reuso de água, grandes vãos de janelas, salas amplas, acessibilidade, elevadores, auditório para 250 pessoas, salas de reuniões, baterias de banheiros, jardins internos, estacionamento com 150 vagas para automóveis e 30 vagas para motocicletas, parada de ônibus e muitas outras estruturas.


Nenhum comentário