Header Ads

LEI ALDIR BLANC: Romero anuncia a liberação de R$ 2,6 milhões para mais de 800 artistas e segmentos culturais de Campina Grande



Senadora Daniella Ribeiro, que ajudou pela aprovação da matéria no Congresso, participa da live

O prefeito Romero Rodrigues anunciou, através de uma live, na manhã desta quinta-feira, 10, a liberação de recursos financeiros para os artistas e operadores do setor cultural de Campina Grande. A verba é resultado do trabalho de prospecção feito pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult) junto ao Governo Federal, no âmbito da Lei Aldir Blanc. Mais de 800 instituições culturais e artistas serão beneficiadas com a iniciativa. 

A senadora Daniella Ribeiro (PP), que teve participação intensa no Congresso Nacional pela aprovação da Lei Aldir Blanc, cujo objetivo central é estabelecer ajuda emergencial para artistas, coletivos e empresas que atuam no setor cultural e atravessam dificuldades financeiras durante a pandemia do novo coronavírus, participou do evento, ao lado de Romero e dos secretários Giseli Sampaio e Erasmo Rafael, titular e adjunto da Cultura.

Campina Grande vai receber do Governo Federal R$ 2.621.729,76 recursos provenientes da Lei Aldir Blanc. Aconteceram apresentações culturais, com a participação do músico Fabiano Guimarães, grupo Tropeiros da Borborema, poeta Rafael Melo e outros artistas.  

Ao iniciar a live, o prefeito destacou a importância da iniciativa em benefício da classe cultural campinense, muito prejudicada com a pandemia do novo coronavírus. Em seguida, a senadora Daniela Ribeiro, após elogiar a gestão do prefeito Romero Rodrigues em favor da cultura, lembrou que o setor artístico local deve ser sempre valorizado e estimulado, pois os artistas locais levam o nome de Campina Grande para os mais distantes regiões do Brasil e do mundo. 

A secretária Gisele Sampaio, por sua vez alertou os artistas sobre a importância de que façam seus cadastros para o acesso aos benefícios da nova legislação. Detalhes técnicos da iniciativa foram expostos pelo secretário adjunto de Cultura, Erasmo Rafael.

Nenhum comentário