Header Ads

Sexo na live: Casal esquece câmera ligada em sessão virtual da Câmara de Vereadores


Durante uma reunião virtual da Comissão dos Direitos da Criança e do Adolescente da Câmara do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (14), um casal começou a fazer sexo, enquanto os vereadores tratavam sobre a garantia da alimentação dos alunos da rede municipal na pandemia.

O vereador Leonel Brizola (PSOL) conduzia a audiência quando os participantes foram surpreendidos.

A reunião começou por volta das 10h e seguia normalmente, quando, quatro horas depois, um dos perfis, onde estava o casal, identificado com o nome de uma pessoa que não é vereador, parou de acompanhar a conversa e começou a prática do sexo ao vivo.

Quando os slides deixaram de ser exibidos, o que os internautas puderam assistir, em um dos quadros da plataforma Zoom, era uma performance explícita.


Nas imagens, os vereadores Leonel Brizola (PSOL), Babá (PSOL) e Célio Lupparelli (DEM) e os demais debatedores, no entanto, agem como se nada estivesse acontecendo e seguem normalmente com a reunião. Segundo o vereador Babá (PSOL), ele só tomou conhecimento do episódio após a reunião.

“Eu não vi nada durante a audiência. E acredito que a maioria que estava na sessão também não viu aquele ato. Nós estávamos muito focados no debate que era extremamente importante”, conta. Babá disse que não sabe quem são as pessoas que apareceram fazendo sexo audiência.

“Tinha movimentos sociais, estudantis, pais e professores”, comenta. O vereador Celso Lupparelli (DEM) também afirma não ter visto nada durante a reunião. De acordo com relatos, a participante seria a mãe de um aluno que teve uma participação na audiência reclamando da qualidade do leite. No entanto, ela não teria desligado a câmera após a fala na sessão. O vereador Leonel Brizola e a Câmara dos Vereadores não haviam comentado o caso até a atualização desta reportagem.

Com informações do jornal O Dia

Nenhum comentário