Header Ads

Pacientes com suspeitas das doença passam a ser atendidos no Hospital Pedro I, a partir desta segunda-feira



Unidade se transforma também na "porta de entrada" para o tratamento da doença

A partir desta segunda-feira, 17, o Hospital Municipal Pedro I, no bairro do São José, passará a ser também a "porta de entrada" do sistema de saúde municipal dedicado ao tratamento da Covid-19 em Campina Grande. A decisão foi anunciada há alguns dias pelo prefeito Romero Rodrigues, que esteve no Pedro I neste domingo acompanhando pessoalmente a montagem da mesma estrutura que tinha sido instalada na UPA Dr. Raimundo Maia, no Alto Branco, nos últimos quatro meses. 

Agora, no Hospital Pedro I, as equipes de saúde da Prefeitura continuarão a atender e a prestar assistência inicial a campinenses, como também às pessoas oriundas de 69 municípios referenciados por Campina Grande. 

Seguindo o prefeito Romero Rodrigues, desde ontem a estrutura está totalmente pronta para o início dos trabalhos nesta nova fase na luta contra a pandemia do novo coronavírus na cidade. Na parte externa do Pedro I, há condições para abrigar, dar conforto e segurança a quem necessita de atendimento. 

Protocolo

Além disso, após o processo de triagem e de consulta, o paciente já se submete ao tratamento pelo coquetel à base de Hidroxicloroquina e outros medicamentos para se tratar em cada, sob isolamento e monitorado pela Secretaria Municipal de Saúde. A depender do grau de manifestação da doença, poderá ser internado no próprio Pedro I.

Controle da Covid-19

Essa mudança no fluxo de atendimento só está sendo possível graças à diminuição no número de pacientes internados no Pedro I.

Com o serviço de atendimento inicial no Pedro I, que vai passar a fazer toda essa triagem, a UPA voltará a realizar os atendimentos rotineiros de clínica médica geral, pediatria, oftalmologia, ortopedia e outras especialidades.

Nenhum comentário