Header Ads

Ministra nega pedidos de retirada das tornozeleiras eletrônicas de investigados da Calvário

 

A prefeita do município do Conde, Márcia Lucena (PSB), e Coriolano Coutinho, irmão do ex-governador Ricardo Coutinho, tiveram o pedido de retiradas das tornozeleiras eletrônicas negado pela ministra do Superior Tribunal de Justiça, Laurita Vaz.

Eles não tiveram a mesma sorte que o ex-governador, que teve o pedido concedido pelo ministro Gilmar Mendes.

A decisão sobre o agravo regimental impetrados pelas defesas dos investigados pela Operação Calvário saiu na sessão desta quarta-feira (12), e foi acompanhada por unanimidade pelos demais ministros da Corte Superior.

Em decisão, a ministra Laurita Vaz, relatora do agravo, entendeu que a manutenção das medidas cautelares são imprescindíveis para implementação e para resguardar a ordem pública e a instrução criminal.

Essa decisão já havia sido negada de forma monocrática e agora foi julgada pela Sexta Turma, que acompanhou o voto da relatora, que também determina também a manutenção de outras medidas impostas pelo desembargador da Paraíba, Ricardo Vital, relator da Operação Calvário.


paraibaonline

Nenhum comentário