Header Ads

Márcia Lucena recua e desiste de romper convênio com o Tribunal de Justiça no Conde


A prefeita de Conde, Márcia Lucena (PSB), recuou e desistiu de romper convênio com o Tribunal de Justiça, naquela cidade.

De acordo com matéria publicada no site A Voz do Conde, a prefeita teria comunicado oficialmente ao Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba (TJPB) a interrupção de um convênio anteriormente firmado entre Prefeitura e TJPB, que tratava da cessão de servidores municipais ao poder judiciário e a locação de imóvel para sediar o Fórum na cidade.

Segundo a comunicação enviada pela prefeita através do Ofício 280/2020 ao presidente do TJPB, o dito convênio, apresentado sob forma do Projeto de Lei nº 027/19, aprovado pelos vereadores e transformado na Lei Municipal nº 01037/19, seria interrompido já a partir deste mês de agosto.

Ainda de acordo com a matéria publicada, a decisão da prefeita Márcia Lucena teria ocorrido após o escândalo dos medicamentos vencidos e do processo aberto contra a promotora de Justiça, Cassiana Mendes de Sá, que teria autorizado o procedimento de busca e apreensão dos ditos medicamentos.

Por ter sido denunciada pelo Ministério Público da Paraíba, através do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), por recebimento de propina no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais), a interrupção do convênio também estaria sendo vista como uma tentativa de se livrar dos olhares atentos da Justiça local no período eleitoral.

Pedindo o cancelamento do Ofício 0280/2020.




paraibaradioblog

Nenhum comentário