Header Ads

Secretário explica os motivos pelo estouro de casos de covid-19 na Paraíba


O secretário executivo de Gestão de Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrammi, em entrevista à Rádio CBN, explicou o motivo pelo qual a Paraíba é o único Estado do Nordeste que vem apresentando aumento no número de mortes pela Covid-19.

Ele destacou que é importante compreender que, a informação relevante quando se está combatendo uma pandemia, é a quantidade de óbitos que ocorreram nas últimas 24hrs.

Daniel pontuou que como as medidas de isolamento social ficaram restritas aos 40% de redução de circulação, o vírus acabou se espalhando e obviamente contaminou cada vez mais pessoas.

Sendo assim, quando é realizado uma análise do número de óbitos nas últimas 24h por data de ocorrência dos óbitos, a tendência é uma das menores. Porém a linha vermelha que se observa, é a famosa média móvel.

“ Permite-se compreender que a variação do número de óbitos pela data de ocorrência está bem pequena e dentro de uma tendência. Porém, o que os veículos de imprensa têm feito é analisar uma outra curva, que é analisar o número de óbitos que nós divulgamos e confirmamos naquele dia”, explicou.

Devido, existir um conjunto de óbitos que estão em investigação e outro conjunto de óbitos que aconteceram mais recentemente, os que já são imediatamente publicados, sofrem uma variação no número.

“Claro que usando a informação dessa forma por óbitos divulgados, ou mesmo a informação por casos divulgados naquele dia, a chance desse número oscilar mais, é maior. Por isso que a gente fica vendo a cor da Paraíba oscilar naquele gráfico de vermelho, para laranja, para amarelo”, esclareceu Beltrammi.

Sobre a variação no número de casos confirmados, ele explicou que, em alguns casos, uma mesma pessoa dá entrada em outro hospital, e acaba sendo notificada novamente. Por conta, disso, ele destacou que os dados estão sendo revisados.

Outra questão importante destacada por Daniel é que desde o final da última semana, o banco de dados do sistema de informação do Ministério da Saúde sofreu mais uma oscilação, informou ele. O que acaba impedindo que a informação de notificações suba e faz com que o número de casos acumule, para esse final da semana.

Beltrammi destacou que por isso, a tendência agora sustentada é de apresentar dois mil novos casos por dia. Segundo ele, devido ao cenário de retomada de algumas atividades, como a circulação do transporte coletivo e a retomada de bares e restaurantes em algumas cidades.

“Nosso problema é, que o número de pessoas que continuam expostas, está aumentando, então a chance de o vírus encontrar essas pessoas aumenta”

Por fim, ele destacou a necessidade de obedecer as medidas de prevenção ao contágio do coronavírus.

“A gente sempre lembra, se você puder ficar em casa, fique. Se você sair você precisa usar máscaras, precisa tomar cuidado com a higienização das suas mãos e você não pode escolher ficar em ambiente aglomerado de jeito nenhum”, alertou.


pagina1pb

Nenhum comentário