Header Ads

Gaeco apresenta trecho de conversa do dia em que Márcia Lucena teria aceitado receber propina

O Ministério Público da Paraíba, através do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) liberou, nesta quinta-feira (23), a transcrição parcial de uma conversa da qual a atual prefeita de Conde, Márcia Lucena, participou, no dia em que teria aceitado receber R$ 100.000,00 (cem mil reais) sob forma de propina em uma negociação ilícita.

A transcrição está na nova denúncia apresentada contra a atual prefeita e os supostos comparsas que seriam: o próprio marido de Márcia, José do Nascimento Lira Neto, a ex-secretária de Estado Livânia Farias, o ex-assessor Leandro Nunes, o representante da Cruz Vermelha, Daniel Gomes da Silva, e o ex-governador Ricardo Coutinho.

O primeiro trecho da transcrição da conversa mostra Daniel dizendo que Livânia tinha insistido para a realização de uma reunião e a entrega de “uma força” no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) para a, então, futura prefeita Márcia:

a LIVÂNIA já vinha insistindo comigo pra sentar com você te ajudar e então, a gente vai te ajudar… e …(trecho ininteligível)…pra dar uma forçade 100 mil reais...”, teria dito Daniel.

Logo em seguida aparece a transcrição da comemoração do marido da Márcia, também conhecido como Nanego Lira:

Oh coisa boa“, teria dito Nanego.

A transcrição revelada é referente a uma conversa realizada ainda no ano de 2016, quando Márcia teria acertado recebimento de propina da organização criminosa que levaria para a administração de Conde o mesmo esquema adotado no setor da saúde no então Governo do Estado da Paraíba.

A nova denúncia pede a condenação dos investigados na Operação Calvário e requer, também, o afastamento da prefeita Márcia Lucena, eleita em 2016 com o apoio do grupo político do ex-governador Ricardo Coutinho.

Confira abaixo a imagem do trecho da conversa ou clique aqui para conferir a íntegra do documento que mostra transcrição parcial.


paraibaradioblog

Nenhum comentário