Header Ads

Partido se compromete em não apoiar impeachment de Bolsonaro

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) não irá apoiar os partidos que devem protocolar um pedido de impeachment contra o governo do presidente Jair Bolsonaro na Câmara Federal. A decisão foi anunciada pelo presidente da legenda, Bruno Araújo (PSDB-PE).

“O impeachment é potencializar uma crise dentro da mais grave crise sanitária e econômica, talvez, da nossa história”, disse ele, em entrevista à Folha.

Bruno Araújo sinalizou apoio à agenda econômica do bolsonarismo.

“O PSDB teve a paciência democrática de esperar o tempo e dar as oportunidades a um governo democraticamente eleito se instalar e trabalhar. O PSDB foi colaborativo. A principal reforma desse governo, da Previdência, foi relatada na Câmara e no Senado pelo PSDB”, disse.

Descolado da esquerda e do centrão, o PSDB parte para a oposição ao governo em São Paulo.




Folha

Nenhum comentário