Header Ads

‘Não recuem na defesa da liberdade de expressão’, alerta Weintraub

.


O ministro da Educação, Abraham Weintraib, manifestou-se em perfil no Twitter após ter dados pessoais divulgados por um grupo de hackers denominado “Anonymous Brasil” e relatou que sofreu ameaças nesta segunda-feira (1º).

“Estava refletindo em silêncio. Todavia, ontem, eu, minha esposa e crianças tivemos celulares e dados pessoais violados. Recebemos ameaças de morte e ofensas. Na madrugada anterior, objetos foram atirados em nossa sala e mais ameaças (filmado e B.O.). Vejam o grupo que nos ataca”, escreveu.

De acordo com o ministro, muitas famílias patriotas estão sendo ameaçadas. “Nossos lares não estão mais seguros. Querem nos calar. Não me lamento, escolhi essa trilha. A luta pela LIBERDADE e a defesa da ordem é fundamental para termos um país onde criar nossos filhos”.

Weintraub lembrou ainda do episódio que ocorreu com ele e sua em Santarém, no Pará, em julho do ano passado.

Enquanto jantava em praça  com a esposa e três filhos pequenos, Weintraub foi hostilizado por petistas. Com a filha no colo, o ministro foi atacado por um índio, que o acusava de fascista.  Relembre.

“Alerto meus irmãos brasileiros, os que não queimam nossa bandeira, para cuidarem da integridade física de suas famílias, porém que não recuem na defesa da LIBERDADE DE EXPRESSÃO!”, declarou Abraham.


Abraham Weintraub

✔@ABRAHAMWEINT

ESTAVA REFLETINDO EM SILÊNCIO. TODAVIA, ONTEM, EU, MINHA ESPOSA E CRIANÇAS TIVEMOS CELULARES E DADOS PESSOAIS VIOLADOS. RECEBEMOS AMEAÇAS DE MORTE E OFENSAS. NA MADRUGADA ANTERIOR, OBJETOS FORAM ATIRADOS EM NOSSA SALA E MAIS AMEAÇAS (FILMADO E B.O.). VEJAM O GRUPO QUE NOS ATACA.

14,6 mil pessoas estão falando sobre isso

Nenhum comentário