Header Ads

Governo do Estado usa atos autoritários e confisca medicamentos de distribuidoras em CG e JP


O deputado estadual Wallber Virgulino pegou pesado nas redes sociais com o Governo de João Azevedo, ao afirmar que o “O GOVERNO DA PARAÍBA perdeu totalmente a vergonha e a noção do que é certo e errado”, destacando o ato autoritário do confisco de medicamentos necessários para o tratamento da Covid-19 em Campina Grande e João Pessoa, confiscando de distribuidoras em atos não republicanos os medicamentos que deveria ter adquirido de forma licita.

O Governo do Estado determinou que fossem invadidos centros de distribuição em Campina Grande e João Pessoa afetando desde uma das maiores empresas da Paraíba, como também pegando mortalmente médios distribuidores das duas cidades.

Usando o TERMO DE REQUISIÇÃO ADMINISTRATIVA como desculpa empresas ficaram sem reação devida ao ato autoritário e ditatorial, nunca visto em tempos de democracia na Paraíba e no Brasil. Incompetente no ato de adquirir equipamentos e medicamentos, quando junto com outros estados nordestinos foram vitimas do conto do vigário, ao através do Consórcio Nordeste adquiriram respiradores, com preços exorbitantes e não receberam os produtos, o Governo da Paraíba resolveu atacar em outra frente e causando intervenção na iniciativa privada. 

Em Campina Grande a informação é que uma unica distribuidora teve mais de um milhão de reais confiscados em medicamentos.

Vejam a publicação do deputado Wallber Virgolino

O GOVERNO DA PARAÍBA perdeu totalmente a vergonha e a noção do que é certo e errado.

Perdeu a noção dos limites administrativos e jurídicos da competência e atribuição de seus atos.

Típico de Estado autoritário, autocrático e ditatorial, não fez sua obrigação na criação de leitos, na aquisição de testes rápidos, respiradores e etc., e agora o Gabinete do Amor e do Trabalho toma conhecimento que nem os medicamentos necessários ao tratamento da COVID-19 teve a capacidade de gestão e competência para adquirir.
.
O Estado determinou a seus prepostos que fossem ao Galpão de uma das maiores empresas de medicamentos do Nordeste, localizada no Jacaré em Cabedelo e fizessem a “feira”.
.
Pasmem, lançaram mão do sórdido, não republicano e antidemocrático CONFISCO, mas que resolveram chamar de TERMO DE REQUISIÇÃO ADMINISTRATIVA.
.
A ELFA MEDICAMENTOS é uma das empresas que mais paga impostos na Paraíba, bem como geradora de centenas de empregos diretos e indiretos.
.
Imaginem se essa empresa resolve deixar a Paraíba❓❓❓ Alguém consegue calcular o prejuízo ❓❓❓
.
Espero que essa moda não pegue e que seja apenas um ato desesperado e impensado de quem não sabe o que está fazendo com a Gestão Pública Estadual.
Deputado Wallber Virgulino

Nenhum comentário