Header Ads

TRIBUNAL DE CONTAS DE SÃO PAULO INVESTIGA JOÃO DORIA POR COMPRA DE 3.000 RESPIRADORES

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo abriu uma investigação para apurar a compra realizada pela gestão do proto-ditador paulista João Dória de 3.000 respiradores da China para serem distribuídos nos hospitais públicos de São Paulo. Os equipamentos foram adquiridos sem licitação, a um custo acima de R$ 550 milhões.

O gasto com respiradores do proto-ditador paulista é acima do de outros modelos de ponta, com preços que variam de R$ 60 mil a R$ 145 mil. O presidente do TCE, o conselheiro Edgard Camargo Rodrigues, determinou abertura de investigação, após denúncia realizada pelo senador Major Olímpio (PSL), que apontou superfaturamento na aquisição dos aparelhos que teriam sido comprados sem licitação e com valor acima do mercado.

O presidente do TCE/SP, Edgard Camargo Rodrigues, determinou em seu despacho, que a equipes de fiscalização do tribunal façam diligências, “com a máxima urgência”, para obtenção de documentos relativos a aquisição dos equipamentos com valor acima de mercado.

*Com informações de www.otempo.com.br e br.noticias.yahoo.com

Nenhum comentário