Header Ads

Governo de Alagoas publica portaria que autoriza o uso de cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19

.


O governo de Alagoas publicou um decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) que libera o uso de hidroxocloroquina e cloroquina no tratamento da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Segundo a portaria, o uso foi liberado apenas para pacientes hospitalizados em decorrência da doença (leia a publicação na íntegra).

A indicação passa a valer a partir desta quarta-feira (15). O governador Renan Filho anunciou em suas redes sociais sobre essa liberação na terça (14)

Segundo a publicação, embora ainda não haja comprovação científica, a substância é a que mais se aproxima de uma indicação de melhora no uso no tratamento, e deverá ser usada no tratamento de pessoas hospitalizadas com a Covid-19.

O uso da cloroquina é alvo de estudos. Apesar de evidências positivas, não há resultados conclusivos e médicos alertam para os efeitos colaterais, como a arritmia cardíaca. A Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que nenhum medicamento, até agora, se mostrou seguro e eficaz contra a Covid-19. No Brasil, o Ministério da Saúde divulgou protocolo que indica o uso da cloroquina para pacientes graves e moderados (leia reportagem completa: Uso da cloroquina contra o coronavírus é alvo de estudos e testes; entenda riscos).

Para ser utilizada, o médico deverá conversar primeiro com o paciente, que assinará um termo de consentimento do uso. O médico também deverá assinar um termo, confirmando que esclareceu ao paciente e seus familiares sobre as possibilidades do tratamento com o uso da droga.

No termo que será assinado pelo paciente, fica explicado que “a cloroquina e a hidroxicloroquina são medicamentos disponíveis há muitos anos para a prevenção e tratamento da malária e também para o tratamento de algumas doenças reumáticas como artrite reumatoide e lúpus. Alguns estudos científicos indicam que estes medicamentes podem inibir a replicação do vírus, o que pode reduzir as complicações causadas pela infecção”.

A hidroxicloroquina e a cloroquina deverão ser administradas tanto em casos leves e moderados, quanto nos casos mais graves, em posologias diferentes.

Casos em Alagoas
Até o dia 14 de abril, foram confirmadas 4 mortes por Covid-19, em pacientes com 63, 77, 78 e 79 anos.

Outras 16 pessoas contaminadas pelo novo coronavírus são consideradas curadas. Elas já finalizaram o isolamento domiciliar ou tiveram alta hospitalar e não apresentam mais sintomas da doença.

Segundo a Sesau, 10 profissionais da saúde foram diagnosticados com Covid-19. Segundo o levantamento da Sesau, testaram positivo para o vírus 2 médicos e 2 enfermeiros da rede estadual da Saúde, e 4 enfermeiros e 2 técnicos de enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Alagoas. Todos estão em isolamento domiciliar.

G1

Nenhum comentário