Header Ads

Presidente do STIUPB detona “omissão” de João Azevedo com Campina Grande no combate ao Coronavírus

O Presidente do STIUPB, Wilton Maia Velez usou as redes sociais para tecer comentários sobre o atual cenário campinense na Pandemia, Wilton detonou a ação do Governo do Estado em Campina Grande, mesmo relutando em falar, o sindicalista afirmou que alguns atores políticos do estado têm usado as mídias sociais e politicamente levantando bandeiras frente à pandemia. “Vejo que alguns atores políticos no nosso estado têm usado as mídias sociais e politicamente levantando bandeiras frente à pandemia, por isso acho necessário apresentar um contraponto. Assim, levantarei algumas questões que podem incomodar determinadas pessoas, mas é o que penso e na condição de cidadão tenho direito de expor minha idéias”.

Wilton mais a frente disse estranhar o posicionamento do Governo do Estado que foi omisso e só agora usa o Hospital de Trauma para o combate a Pandemia. “Nos causa preocupação e espanto é o fato notório da OMISSÃO por parte do Governo do Estado em não ter publicamente realizado absolutamente nada em Campina Grande. É importante fazer um registro: apenas a semana passada o Hospital de Trauma passou a atender alguns pacientes já internos com casos de COVID”.

O presidente do STIUPB, mais a frente em sua analise elogia a postura da Prefeitura de Campina Grande e a cobertura realizada pela mesma, enquanto defende a união das autoridades para a cobrança ao Governo do Estado de ações mais efetivas para o município. “Percebemos claramente que a prefeitura de Campina têm realizado a cobertura médica na cidade e o estado só de camarote fazendo publicidade. É necessária a mobilização das autoridades de Campina Grande para que o governo da Paraíba na pessoa do governador João”.

Por fim Wilton Maia destaca a importância de Campina Grande no meio dos 69 municípios que englobam a região e destaca que o Governo do Estado precisa tomar medidas que solucionem os problemas do Covid-19 na Região. 

Veja a postagem:

Relutei muito em falar sobre a PANDEMIA em Campina Grande.

Essa questão não pode ser transformada em uma polêmica partidária, contudo, como essa pandemia assola a todos nós, vez por outra surge alguém politizando as coisas. Vejo que alguns atores políticos no nosso estado têm usado as mídias sociais e politicamente levantando bandeiras frente à pandemia, por isso acho necessário apresentar um contraponto. Assim, levantarei algumas questões que podem incomodar determinadas pessoas, mas é o que penso e na condição de cidadão tenho direito de expor minha idéias.

Como sabemos, desde o dia 20 de março estamos vivendo e sofrendo os efeitos da pandemia em Campina Grande. 

Causou-me espanto quando o governo do estado da Paraíba publicou ontem (27/05) informações sobre o cenário das infecções pelo COVID-19. A publicação feita por meio da Secretaria de Saúde alertou sobre o número de casos em Campina Grande. A nota fez alerta com “espanto”, estranheza e chamando atenção sobre o número de casos em Campina Grande e a quantidade de leitos disponíveis e sua ocupação na rede de saude da cidades.
Entretanto o que IMPRESSIONA e nos causa preocupação e espanto é o fato notório da OMISSÃO por parte do Governo do Estado em não ter publicamente realizado absolutamente nada em Campina Grande. É importante fazer um registro: apenas a semana passada o Hospital de Trauma passou a atender alguns pacientes já internos com casos de COVID.

Percebemos claramente que a prefeitura de Campina têm realizado a cobertura médica na cidade e o estado só de camarote fazendo publicidade. É necessária a mobilização das autoridades de Campina Grande para que o governo da Paraíba na pessoa do governador João Azevedo diga para o povo de Campina porque não dá devida atenção à situação do nosso município.

Existe aproximadamente 69 municípios no entorno da microrregião da Borborema referenciados para o sistema de saúde de Campina Grande e o governo do Estado não apresenta uma solução de auxiliar nessa jornada contra o COVID.






pagina1pb

Nenhum comentário