Header Ads

Romero anuncia distribuição de meio milhão de máscaras e uma série de medidas para a reabertura gradual e experimental do comércio em Campina Grande



O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, anunciou através de uma live na manhã desta terça-feira, 14, um pacote de ações, providências, critérios e condições para a retomada gradual e experimental das atividades econômicas em Campina Grande, a partir da próxima segunda-feira, 20. Uma das medidas de impacto é a distribuição de, neste primeiro momento, 500 mil máscaras com a população. 

As máscaras serão distribuidas nos setores comerciais, além de Terminal de Integração, Distritos, pontos de táxis, Arcas e bancos. Ele também fez apelo para que idosos e pessoas de grupos de riscos ficam em casa, o que é fundamental para o sucesso da política de isolamento social. Ainda quanto às máscaras, cerca de 120 pessoas farão este trabalho de apoio.

Segundo ainda o prefeito, que esteve acompanhado na live por secretários e o infectologista Rodolpho Dantas, nesta nova fase de prevenção e controle da Covid-19, o governo municipal atuará no processo de apoio aos comerciantes que decidirem se enquadrar nas medidas anunciadas. Por outro lado, serão adotados protocolos rígidos de monitoramento e avaliação periódica, tendo como principal referencial a curva epidemiológica na cidade. Frisou que tudo que foi anunciado é em caráter experimental, havendo possibilidade de retorno ao status anterior, caso a situação recrudesça.

O prefeito lembrou que, desde o início da pandemia, o governo municipal sempre desenvolveu diversas ações, a exemplo da implantação de uma rede especializada de assistência, com destaque para o Hospital Pedro I, que hoje conta com 96 leitos destinados exclusivamente a pacientes com covid-19, sendo 30 leitos de UTI. A unidade conta com 37 respiradores. Contudo, conforme anunciou, até o final de abril, serão 138 leitos à disposição da população no Pedro I. Também já existem seis leitos no Hospital da Criança e do Adolescente e mais seis leitos no ISEA. 

Também é desenvolvida uma ampla ação de higienização das ruas da cidade, sobretudo em áreas comerciais e no Terminal de Integração. Foram implantados ainda lavatórios nos mercados livres da cidade, além de serem providenciados outros equipamentos deste tipo para implantação nas ruas centrais da cidade. Houve, igualmente, a compra de testes rápidos e equipamentos de proteção para os profissionais de saúde do município. 

Medidas

Entre as condições para o funcionamento de estabelecimentos constam no conjunto de medidas: afastamento temporário do grupo de risco de cada empresa; uso de equipamentos de proteção individual, mediante a distribuição de máscaras nos setores comerciais, bem como a aplicação de normas de distanciamento definidas pelo Ministério da Saúde. As empresas também serão orientadas a evitar aglomerações. 

As regras de funcionamento também incluem a limitação de entrada de pessoas; controle de acesso e marcação de lugares reservados para clientes, respeitando a distância mínima de 1,5 m entre cada pessoa; priorização do afastamento sem prejuízo para pessoas do grupo de risco e maiores de sessenta anos; priorização do trabalho remoto para setores administrativos; utilização de veículos de fretamento para transporte dos trabalhadores e adoção de medidas internas para evitar a transmissão da Covid-19. 

O prefeito Romero Rodrigues alertou que comerciantes e colaboradores deverão sempre estar todos equipados, sobretudo quanto ao uso de máscaras, pois, com isso, quem trabalha no comércio vai se proteger e proteger os consumidores. 

Fiscalização

Ao mesmo tempo em que pediu o apoio do segmento empresarial, o prefeito alertou que o não cumprimento das regras e condições de funcionamento pode implicar em aplicação de penalidades administrativas. 

A fiscalização para o cumprimento das medidas será realizada por fiscais da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-CG), Gerência De Vigilância Sanitária (Gevisa) e Secretária de Saúde. 

Estas atividades terá o acompanhamento de órgãos como Ministério Público e Ministério Público do Trabalho, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Em sua visão, o momento é de união para que as dificuldades do momento sejam rapidamente superadas.

Na companhia do prefeito, estavam, entre outros, os secretários municipais Rosália Lucas (Desenvolvimento Econômico); Felipe Reul (Saúde); Tovar Correia Lima (Planejamento); Félix Neto (STTP); Dunga Júnior (adjunto da Seplan) Nelson Gomes Filho (Amde).

Para ter acesso à planilha preparada pela Prefeitura para reabertura gradual e experimental das atividades comerciais em Campina Grande, inclusive para download, clique aqui

Nenhum comentário