Header Ads

Fabricado em duas horas e 15 vezes mais barato, respirador é aprovado em teste com humanos

O ventilador pulmonar emergencial desenvolvido pela Escola Politécnica (Poli) da USP passou por testes técnicos em humanos, foi aprovado e agora será enviado para aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O custo estimado de cada aparelho é de R$ 1 mil - o ventilador mais barato disponível no mercado atualmente custa R$ 15 mil.

Os testes foram realizados entre os dias 17 e 19 de abril com quatro pacientes do Incor (Instituto do Coração) do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Na avaliação dos técnicos, o respirador foi aprovado em todos os modos de uso. "Não houve nenhuma intercorrência com os pacientes ventilados com o Inspire", disse a Poli-USP, em nota.

Outra vantagem do aparelho desenvolvido pela USP é o tempo de produção. O respirador pode ser fabricado em apenas 2 horas, segundo os pesquisadores.

O novo ventilador pulmonar é mecânico, e deve ser utilizado em casos emergenciais. Segundo o pesquisador Raul González Lima, a Poli-USP é responsável pelo projeto, mas não pela fabricação, que deverá ser feita por empresas autorizadas pela Anvisa.

Aparelho foi desenvolvido pela Escola Politécnica (Poli) da Universidade de São Paulo


opovonoar

Nenhum comentário