Header Ads

 

13 municípios do Vale das Espinharas decidem cancelar todas as festividades até julho


Reunidos neste fim de semana, os treze prefeitos que compõem a Associação dos Municípios do Vale das Espinharas (AMVES), decidiram cancelar todas as festividades dos meses de maio, junho e julho, por entender ser de fundamental importância presar, primeiramente, por toda a segurança dos sertanejos evitando aglomerações, como forma de evitar uma maior proliferação da Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus.
Os prefeitos alegam que neste instante, é fundamental pensar, primeiramente, na segurança da saúde da população sertaneja, bem como, “considerando todas as recomendações das instituições, seja ligada à saúde, seja ligada ao poder público”.
Para tanto, ficou decidido que todas as festividades programadas para os meses de maio, junho e julho, estão canceladas. “Não podemos arriscar e pensar apenas na parte econômica de cada município, devemos pensar na saúde do povo sertanejo. Ficaremos antenados a todas as medidas de segurança e restrições para o enfrentamento do Novo Corona Vírus e quando tudo isso passa, retornaremos a pensar a economia e o resgate da autoestima do nosso povo sertanejo”, diz um trecho da nota.
A AMVES é composta pelos municípios de Patos, São José do Bonfim, Malta, Quixaba, Salgadinho, Passagem, Mãe D’água, Cacimba de Areia, Condado, Vista Serrana, Areia de Baraúnas, Santa Terezinha e São José de Espinharas.
NOTA AO PÚBLICO 
Aos 30 dias, a Associação dos Municípios do Vale das Espinharas (AMVES), vem a público, através dessa nota, expor as razões pertinentes, fundamentais e pensando primeiramente na segurança da saúde da população sertaneja, bem como, considerando todas as recomendações das instituições, seja ligada à saúde, seja ligada ao poder público. Sendo assim, decidimos cancelar todas as festividades dos meses de maio, junho e julho, pois entendemos ser de fundamental importância presar, primeiramente, por toda a segurança dos sertanejos evitando aglomerações. Não podemos arriscar e pensar apenas na parte econômica de cada município, devemos pensar na saúde do povo sertanejo. Ficaremos antenados a todas as medidas de segurança e restrições para o enfrentamento do Novo Corona Vírus e quando tudo isso passar, retornaremos a pensar a economia e o resgate da autoestima do nosso povo sertanejo. Em caso de mudança do cenário epidemiológico, os eventos podem ser repensados, por cada gestor municipal. Esperamos confiantes em Deus que tudo isso irá passar. Que Deus abençoe a todos.


portal40graus

Nenhum comentário