Header Ads

Novo mandado de prisão de Ricardo e Cia já está tramitando no STJ


A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça, acendeu uma luz amarela na sala do ex-governador Ricardo Coutinho, ex-presidiário, também dos demais implicados na Operação Calvário/Juízo Final, soltos em dezembro do ano passado.
O despacho aconteceu nesta sexta-feira (31), mas não se sabe se pela manutenção da prisão ou favorável a liminar do ministro Napoleão Nunes, considerada ilegal pela PGR, que soltou Ricardo, a prefeita Marcia Lucena, o advogado conhecido como Chico Peidão e Cláudia Veras.
A ministra Laurita Vaz é responsável pelo julgamento dos habeas corpus relacionados aos componentes da organização criminosa (orcrim), que teria desviado mais de R$ 134 milhões da saúde e da educação. O despacho já está no site do STJ, mas sem a decisão dos termos.
Poderá estar disponível para publicação na semana que vem na primeira edição do Diário da Justiça Eletrônico. O caso está sendo encaminhado para a 6ª turma integrada por Laurita Vaz (presidente) e os ministros Sebastião Reis Júnior, Scietti Crz, Nefi Cordeiro e Antonio Saldanha Palheiro, considerados uma linha dura.


marconeferreira

Nenhum comentário