Header Ads

Ingresso de João no Cidadania pode provocar desconforto em Bosco Carneiro

Após entregar cargos no Governo do Estado e deixar a base governista na Assembleia no mês de dezembro do ano passado, o deputado Bosco Carneiro (Cidadania), pode nos próximos dias ter outro inconveniente. Trata-se que o ingresso do governador João Azevêdo no Cidadania (antigo PPS) pode causar transtornos ao parlamentar estadual.
João Azevêdo atualmente controla estadualmente o ‘Cidadania’, por meio do seu atual chefe de gabinete Ronaldo Guerra, que assumiu a sigla após a saída de Nonato Bandeira. Com a atual legislação eleitoral Bosco terá dificuldades de deixar o ‘Cidadania’, sem o risco de perder o mandato, a menos que haja um entendimento na sigla. O ingresso de João Azevêdo no partido deve atrair diversos prefeitos e lideranças estaduais.
Na época do rompimento Bosco afirmava que seu trabalho como parlamentar sempre foi e sempre será visando o bem-estar dos paraibanos. “Se eu não sou mais da base do governo, eu sou oposição. Se tivermos apenas essa classificação, eu sou oposição”, garantiu o parlamentar.
Bosco acrescentou ainda que não trabalhará contrário às propostas do Executivo e nem tão pouco as que surgirem da base governista, mas que irá se impor diante daquelas que não contribuam com a qualidade de vida da população paraibana. “Quando vier uma matéria que for do interesse do povo da Paraíba, contará com o meu voto, quando não, votarei contra. Essa minha posição nos deixa mais a vontade para atuar aqui e fortalecer o Poder Legislativo e eu acho fundamental que os Poderes sejam exercidos de forma harmônica de independente”, concluiu Bosco.

Nenhum comentário