Header Ads

Operação Calvário: Ivan Burity decide iniciar delação após nova negativa de habeas corpus


Em meio a mais uma negativa de Habeas Corpus, desta feita por unanimidade pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), o novo corpo jurídico à frente da defesa do ex-secretário de Turismo dos governos Ricardo Coutinho e João Azevêdo, Ivan Burity, já admite uma possível delação, cujos efeitos, nos bastidores, pode tremer a Paraíba inteira e até chegar a estados vizinhos. Burity está há 51 dias preso, na penitenciária média, em Mangabeira.
O Superior Tribunal de Justiça negou, na última quarta-feira (23), o pedido de habeas corpus protocolado pela defesa do ex-secretário Executivo de Turismo da Paraíba, Ivan Burity. O ex-auxiliar do governo foi preso na 5ª fase da Operação Calvário, desencadeada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba.
Os próximos capítulos da Operação Calvário, conforme informações que já  circulam, pode chegar ao chefe da organização criminosa que desviou mais de R$ 1 bilhão da saúde, conforme as investigações, entre 2011 e 2018.


tanaarea

Nenhum comentário