Header Ads

CMCG

Na reta final do governo, Ricardo Coutinho entregou obras inacabadas, revela João Azevedo


Na última semana, ao responder a imprensa sobre as “críticas” de Ricardo Coutinho, de que o atual governador não teria obras próprias e somente inaugura as da antiga gestão, João Azevedo (PSB) disse que na reta final do mandato, o ex-governador chegou a entregar obras inacabadas ao povo da Paraíba.
“Verdade tem que ser dita, a obra do Teatro Santa Catarina custou R$ 5 milhões, foi pago em 2018 R$ 250 mil, quem pagou R$ 4 milhões 750 mil foi esse governo que está aqui”, disse. “Estou terminando obras que estavam consideradas inauguradas em 31 de dezembro, e não estavam sequer prontas, essa é a questão”, revelou João Azevedo.
Ao comentar a fala de João Azevedo, o deputado estadual Wallber Virgolino (Patriotas), lamentou o que chamou de gestão criminosa. “Tudo já está bastante claro, casaram e batizaram, todos coniventes um com o outro. Gestão criminosa em um governo ilegítimo. Os dois têm que responder por improbidade”, afirmou o parlamentar. “Inaugurar obras inacabadas como prontas não configura Improbidade Administrativa? Ao tempo da eleição não configurou crime eleitoral?”, questionou o deputado.
Ainda segundo o deputado, “a hora da fatura chegou”. Se deixarem a turma dos girassóis mais um ano, uns brigando com os outros, todos acabarão presos com delações, confissões e tudo mais, sem muito esforço do Ministério Público”, afirmou Wallber. “A grande verdade é que nesse “reinado” todo, casaram e batizaram, fizeram tudo que quiseram e esqueceram de apagar os rastros”, concluiu o parlamentar.

paraibaradioblog

Nenhum comentário