Header Ads

 

Lojas que utilizam palavras em outra língua sem a tradução podem ser multadas

Em entrevista concedida à rádio Correio FM, o coordenador do Procon Municipal de Campina Grande, Rivaldo Rodrigues, afirmou que estabelecimentos comerciais que utilizam palavras escritas em inglês, ou qualquer outro idioma que não seja português, sem a tradução, podem, de fato, serem notificadas e até multadas.
De acordo com Rivaldo, o posicionamento do Procon é baseado em uma lei, mas, ainda segundo ele, é importante lembrar que alguns termos já são considerados como marca registrada, como é o caso da Black Friday, e se tornam uma exceção à regra.
“O que a gente define como irregular, de acordo com a lei é, por exemplo, você escrever a palavra “Off” para indicar que é um desconto, que é uma redução, nós não temos obrigação no Brasil de saber que isso é um desconto, uma promoção, então tem que ter uma tradução”, completou.
Por fim, o coordenador do Procon da Rainha da Borborema pontuou ainda que, recentemente, nenhuma empresa foi multada por esse motivo e que o órgão está realizando um trabalho, inicialmente, voltado à orientação e à divulgação intensiva para que a informação seja difundida.

paraibaonline

Nenhum comentário