Header Ads

Diabetes atinge 214.685 paraibanos e acesso à insulina é o maior desafio dos portadores da doença


Os paraibanos que têm diabetes convivem com a irregularidade da distribuição de insulina e muitos, que não possuem condições financeiras, ficam sem fazer uso da medicação. No Dia Mundial de Combate ao Diabetes, o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) cobrou ao Governo do Estado a regularização da distribuição da insulina, que vem acarretando sérios problemas de saúde e motivando ações na justiça para ter acesso a uma medicação que eles têm direito.
 
A Paraíba tem 214.685 pessoas diagnosticadas com essa doença e o grande desafio é o acesso ao remédio. O estudante de Direito Ruy Carneiro Filho é um desses portadores. Ele foi diagnosticado com diabetes do tipo 1 e há quatro anos convive com a doença que causa a produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio responsável por regular a quantidade de glicose (açúcar) no sangue.
 
Dependente da insulina – hormônio produzido pelo pâncreas e que tem como função metabolizar a glicose (açúcar no sangue) para produção de energia –, o estudante afirma que a maior dificuldade é acerca do insumo para o controle da diabetes. “Nós necessitamos do uso diário de insulina e do monitoramento de glicemia 5 a 6 vezes por dia. Infelizmente hoje é comum a falta de medicamento nos locais responsáveis”, lamentou Ruy Filho.
 
A falta de insulina pode resultar em acúmulo de glicose no sangue, o que se chama de hiperglicemia. O uso é regrado e aqueles que conseguem manter um bom controle, conseguem evitar complicações, como lesões em todo o corpo incluindo olhos, rins, vasos sanguíneos, coração e nervos. Para o estudante, o poder público pode contribuir muito, conscientizando a população na prática de exercícios físicos e uma alimentação regrada, além de facilitar a entrega das insulinas e das tiras para medir a glicemia.
 
Dados – Atualmente a diabetes é uma doença que acomete mais de 13 milhões de pessoas no Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Diabetes. Este número corresponde acerca de 6,9% da população nacional. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, no ano de 2017 foram notificados 1.690 óbitos decorrentes da diabetes. O Ministério da Saúde estima que 5,3% da população paraibana seja portadora desta doença, o que corresponde a 214.685 paraibanos.

Nenhum comentário