Header Ads

CMCG

Total Lab: Vice-prefeito de Princesa Isabel participava do esquema de propina revelado na Calvário


José Aledson de Sousa Moura, vice-prefeito do município de Princesa Isabel, no Sertão Paraibano, proprietário da empresa Total Lab, teve a residência onde mora, localizada no bairro de Tambaú, em João Pessoa, visitada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), na 5ª fase da Operação Calvário, deflagrada na última quarta-feira (9).
Segundo as investigações do Gaeco, o vice-prefeito José Aledson de Sousa Moura (PSB), proprietário da Total Lab, teria sido indicado para participar do esquema por solicitação de Daniel Gomes, apontado como um dos chefes da organização criminosa, para realização de exames laboratoriais em hospitais no Estado da Paraíba.
Ainda segundo investigações, os pagamentos das propinas feitos por José Aledson de Sousa Moura eram realizados através do também investigado, e agora preso, Eduardo Simões Coutinho, um dos “diretores” da Organização Social IPCEP, que atuava no Hospital Metropolitano de Santa Rita, e responsável pelo recolhimento dos pagamentos e envio da quantia a Daniel Gomes.
De acordo com o Gaeco, o chefe da organização criminosa Daniel Gomes estaria incomodado com questionamentos feitos por Aledson Sousa. Em um dos encontros com Eduardo Coutinho, Daniel Gomes teria dito que “avisasse a Aledson que não queria que ele falasse em seu nome, e que tudo que Aledson quisesse conversar podia conversar direto com Eduardo Coutinho”.

Paraibaradioblog

Nenhum comentário