Header Ads

CMCG

Viaturas têm cota de apenas R$ 100 por dia na Paraíba, denuncia deputado


O deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PSL) afirmou durante entrevista ao Jornal Integração da Campina FM nesta segunda-feira (9) que as viaturas das polícias Civil e Militar, assim como dos Bombeiros, têm uma cota diária de apenas R$ 100 para o serviço na Paraíba. De acordo com o parlamentar, essa cota vem sendo reduzida de maneira alarmante pelo Governo do Estado.
“Antigamente, você completava o tanque para rodar; depois baixaram para cinquenta litros nos carros grandes; depois para quarenta litros; e agora R$ 100. Esse valor não dá quase nada. É pouco demais, quando a viatura deveria estar com condições de rodar o que fosse necessário. A segurança pública na Paraíba é muito amadora, por isso a gente combate essa forma do PSB de fazer política”, disse o deputado.
Segundo Gilberto, essa realidade complica ainda mais o trabalho das forças de segurança. “Já não tem policial suficiente, já não tem viatura suficiente e ainda vem essa burocracia. Para o governo tem combustível suficiente para se quiser dar a volta no planeta, mas para a Polícia Militar, Civil, os Bombeiros e os agentes penitenciários é cota, é burocracia só para prejudicar e atrapalhar o serviço”, complementou.
‘POLÍCIA SÓ ENTREGA INTIMAÇÃO’
Também deputado estadual e delegado da PC, Walber Virgulino (Patriota) confirmou o problema e condenou a medida. De acordo com ele, o trabalho das forças de segurança na Paraíba tem sido gravemente comprometido pela falta de estrutura disponibilizada pelo governo.
“Como é que reduz criminalidade se nem gasolina para andar os carros têm? Não tem efetivo. Na verdade, o que a polícia está fazendo é utilizar os veículos para entregar intimação. Não há investigação qualificada porque o Estado não dá condições para a polícia trabalhar”, denunciou Walber.



BLOG DO LENILDO FERREIRA

Nenhum comentário