Header Ads

CMCG

Ministério Público investiga denúncia de superfaturamento na compra do ‘Acauã 2’


O Ministério Público (MP) instaurou um inquérito civil para investigar uma denúncia de superfaturamento na compra do helicóptero ‘Acauã 2’, da Secretaria de Segurança e Defesa Social (SEDS). A denúncia foi apresentada junto ao MP pelo deputado estadual Cabo Gilberto (PSL) e relata que a aeronave foi adquirida por quase R$ 17 milhões, enquanto o Estado do Rio de Janeiro teria comprado um helicóptero semelhante por R$ 15 milhões.
O contrato de compra do equipamento, segundo a denúncia, teria sido assinado pela ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, e pelo assessor Leandro Azevedo Nunes – ambos investigados no âmbito da Operação Calvário, do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (GAECO). A portaria, dando início ao inquérito civil é assinada pela promotora Gardênia Cirne de Almeida e foi publicada na última sexta-feira (13).
Outro lado
O secretário de Segurança do Estado, delegado Jean Nunes, informou que a Secretaria de Segurança e Defesa Social está à disposição do Ministério Público para prestar todas as informações que forem requisitadas pelo órgão.
Ainda de acordo com ele, o processo licitatório não foi realizado pela Seds. “Nós apenas recebemos o equipamento. Mas estamos à disposição para prestar qualquer esclarecimento que for necessário ao Ministério Público”, registrou.



jornaldaparaiba

Nenhum comentário