Header Ads

CMCG

João vê tentativa de “constrangimento” do PSB ao lhe inserir em comissão provisória


O governador João Azevêdo (PSB) afirmou hoje, em Juazeirinho, que até aceitaria a chegada de Ricardo Coutinho à presidência estadual do PSB, mas ponderou. “Se Ricardo queria ser presidente, bastaria que fizesse uma ligação pra mim”, disse.
Para Azevêdo, a forma em que foi articulada a ascensão de Coutinho ao cargo não seguiu os trâmites normais.
“Qualquer medida tem que adotar de forma democrática”, ao contestar o procedimento adotado pelo PSB Nacional.
João reafirmou, ainda, que não pretende integrar a nova comissão que vai gerir o partido no estado.
“Antes de ser colocado meu nome na comissão, eu já tinha mandado uma carta de que não aceitaria participar de nenhuma comissão. O nome foi colocado, talvez, na tentativa de constranger”, pontuou.
*Com Panorâmica FM

Nenhum comentário