Header Ads

CMCG

FPF cobra investigação da polícia após morte de torcedor do Botafogo-PB

Todo o conteúdo do Portal T5 está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. É proibida a cópia/reprodução deste material em qualquer meio de comunicação sem a devida autorização. Se deseja compartilhar, utilize os meios fornecidos no Portal T5.Todo o conteúdo do Portal T5 está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. É proibida a cópia/reprodução deste material em qualquer meio de comunicação sem a devida autorização. Se deseja compartilhar, utilize os meios fornecidos no Portal T5.Todo o conteúdo do Portal T5 está protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. É proibida a cópia/reprodução deste material em qualquer meio de comunicação sem a devida autorização. Se deseja compartilhar, utilize os meios fornecidos no Portal T5. 

Por meio de nota divulgada na manhã desta segunda-feira (12), a Federação Paraibana de Futebol (FPF) solicitou uma investigação sobre o caso envolvendo a morte de um torcedor do Botafogo-PB, em Ceará Mirim, Rio Grande do Norte, no último sábado (9).

Solicitamos das Autoridades Policiais, Ministério Publico, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, e demais órgãos da Justiça Comum uma ampla investigação com apuração e punição pesadas aos envolvidos”, diz um trecho documento.
Segundo os familiares, Eduardo Feliciano Justino da Silva, de 27 anos, deu entrada no Hospital Municipal Doutor Percílio Alves, localizado na cidade de Ceará-Mirim, após ser espancado pela Polícia Militar (PM) quando pulava o muro do estádio Barretão.
O laudo apontou que a vítima tinha ferimentos no rosto e no tórax, além do uso de drogas ilícitas e intoxicação pelo álcool.
O velório do torcedor acontece no Centro Comunitário do bairro do Geisel, em João Pessoa. O sepultamento está previsto para às 15h, Cemitério do Cristo.
O clube
O Botafogo-PB lançou nota onde lamentou profundamente o incidente. No texto, o clube informa que se solidariza com familiares de Eduardo.
"O Botafogo Futebol Clube vem a público lamentar profundamente a morte do torcedor Eduardo Feliciano Justino da Silva, 27 anos, em Ceará-Mirim, Rio Grande do Norte. O clube foi informado que o torcedor foi acompanhar o Belo no estado vizinho e morreu em um hospital de Ceará-Mirim após ser socorrido pelo Samu até a unidade. O Botafogo se solidariza com amigos e familiares à medida em que cobra esclarecimentos das autoridades sobre a morte do torcedor".
Confira a nota da FPF na íntegra
NOTA DE PESAR
A Federação Paraibana de Futebol, através de sua Presidente MICHELLE RAMALHO, vem manifestar NOTA DE PESAR aos Familiares, Amigos, Torcedores Paraibanos em especial de nosso Filiado Equipe do Botafogo PB pela tragédia acontecida na partida entre as equipe do GLOBO RN X BOTAFOGO PB, no dia 10/08/2019, na cidade de CEARÁ- MIRIM estado do Rio Grande do Norte, com o Torcedor EDUARDO FELICIANO.
Solicitamos das Autoridades Policiais, Ministério Publico, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, e demais órgãos da Justiça Comum uma ampla investigação com apuração e punição pesadas aos envolvidos.
O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte deverá esgotar todas as possibilidades de crime cometido no caso do EDUARDO FELICIANO.
NÃO VAMOS PERMITIR que um torcedor deixe seus familiares para acompanhar sua equipe , um apaixonado pelo Futebol e pela violência reinando no Estado do Rio Grande do Norte não retorne para casa.
O Futebol Brasileiro precisa do retorno do torcedor aos estádios, as praças esportivas e suas imediações deverão serem palcos de integração, entretenimento e espetáculos dos torcedores e não PRAÇAS DE GUERRA, como ocorreu na cidade de CEARÁ-MIRIM , estado do Rio Grande do Norte.
Nossa Entidade Desportiva – FPF, estará atenta a TODA investigação para juntos coibirmos a VIOLÊNCIA.
NOSSO FUTEBOL PARAIBANO ESTÁ DE LUTO.
MICHELLE RAMALHO
PRESIDENTE DA FPF


portalt5

Nenhum comentário