Header Ads

CMCG

Polícias de RJ e SP investigam Neymar por vazamento de fotos íntimas


A Polícia Civil do Rio de Janeiro irá investigar Neymar por vazamento de fotos íntimas da mulher que o acusa de estupro em Paris no dia 15 de maio. O caso será apurado pela Delegacia de Repressão de Crimes de Informática. Hoje a 110ª DP, de Teresópolis, enviou policiais à Granja Comary para colher informações sobre o caso. A informação foi confirmada ao UOL Esporte pela assessoria de comunicação da polícia.
O caso também será investigado em São Paulo. A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública de SP informou que a situação das fotos será apurada junto com o inquérito que investiga o estupro. Como ele corre em sigilo, não vão se manifestar sobre esta parte da investigação no momento.
Os policiais foram recebidos pelo chefe de segurança e pelo administrador da Granja e ouviram que o atleta se reapresentaria mais tarde. Pouco depois, o atacante desembarcou na concentração em seu helicóptero ao lado de Thiago Silva, Daniel Alves e Arthur.
O crime de vazamento de fotos íntimas é previsto no art. 218-C do Código Penal Brasileiro. "Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, vender ou expor à venda, distribuir, publicar ou divulgar, por qualquer meio - inclusive por meio de comunicação de massa ou sistema de informática ou telemática -, fotografia, vídeo ou outro registro audiovisual que contenha cena de estupro ou de estupro de vulnerável ou que faça apologia ou induza a sua prática, ou, sem o consentimento da vítima, cena de sexo, nudez ou pornografia", diz o texto.
Caso haja condenação, o crime prevê uma pena de um a cinco anos de reclusão - prisão. A pena ainda pode ser aumentada caso seja comprovado que quem vazou as fotos tinha relação íntima de afeto com ou a vítima, ou que o vazamento foi motivado por vingança ou humilhação.
Para apurar os fatos, é necessário que a polícia tenha acesso ao telefone de Neymar. Ao divulgar o vídeo, o jogador editou as imagens para borrar o rosto da suposta vítima.
Procurada pela reportagem, a defesa do jogador afirmou que não irá comentar o caso.
Na noite de sábado para domingo, Neymar foi às redes sociais para se defender e falou que foi vítima de uma armadilha, repetindo a versão dada por seu pai ontem à noite.
No vídeo exibido por Neymar, além de mensagens trocadas pelo aplicativo Whatsapp, foram expostas diversas fotos íntimas da mulher que o acusa de estupro.
O atacante da seleção brasileira também divulgou uma nota oficial.
Foi divulgado hoje, há algumas horas, uma noticia envolvendo o Atleta Neymar Jr., sob a acusação de estupro.

A suposta vitima, inclusive, registrou Boletim de Ocorrência, amplamente divulgado na imprensa.

Apesar de ter ficado surpreso com a noticia, os fatos já eram de conhecimento do Atleta e do seu estafe, tendo em vista que ha poucos dias foi vitima de tentativa de extorsão, praticada por um advogado da cidade de Sao Paulo, que, segundo a sua versão, representava os interesses da suposta vitima.

Os advogados do atleta foram imediatamente comunicados e desde então estão adotando todas as providências pertinentes.

Diante do infeliz, ilegal e ultrajante acontecimento, repudiamos completamente as injustas acusações e, sobretudo, a exposição na imprensa de uma situação extremamente negativa.

Todas as provas da tentativa de extorsão e da inexistência de estupro serão apresentadas à Autoridade Policial oportunamente.
Assessoria de Imprensa
NR Sports.
A seleção brasileira volta aos treinos hoje à tarde depois da folga dada a todo o elenco após o treino de ontem. Os atletas puderam deixar a concentração para acompanhar à final da Liga dos Campeões. Neymar e os demais jogadores retornaram da folga nesta manhã - o camisa 10 chegou, mais uma vez, de helicóptero.

Uol

Nenhum comentário