Header Ads

CMCG

Romero reúne equipe, define medidas e assina decreto de calamidade pública


O prefeito Romero Rodrigues reuniu parte de sua equipe, na manhã desta quinta-feira, 21, na Central de Abastecimento Farmacêutico, na Avenida Noujain Habbib, no Catolé. O principal objetivo do encontro de trabalho, que contou também com a participação do vice-prefeito Enivaldo Ribeiro, foi a definição de uma série de ações emergenciais, no âmbito do Município, para minimizar o problema causado pelo colapso no abastecimento d´água em Campina Grande, desde a última sexta-feira, 15.

Entre as principais medidas anunciadas pelo prefeito na reunião destaca-se a confecção de um decreto de calamidade pública no Município. Por força do instrumento legal, a Prefeitura pode adquirir bens e serviços sem as amarras burocráticas de um processo licitatório que, em média, leva 60 dias. De imediato, Romero Rodrigues autorizou a aquisição de 10 mil botijões de água, que serão distribuídos nas redes de educação, saúde e assistência social da Prefeitura.

“O objetivo é garantir, emergencialmente, água potável para a população, através das unidades escolares, de creches e CRAS”, explicou o prefeito campinense, observando que, ao mesmo tempo, determinou a contratação imediata de 30 carros-pipa para abastecimento dos setores mais críticos da cidade. Hospitais terão prioridade.

Segundo ele, embora a responsabilidade institucional e operacional seja da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), a Prefeitura não se omitirá de dar sua contribuição diante da situação de caos criada pelo colapso no abastecimento.

Além dos 30 veículos contratados, a Prefeitura intensificará o trabalho nos sete carros-pipa que já possui e conseguiu, a partir do gesto de solidariedade do Exército, mais dois caminhões para reforçar a tropa de contingência. O comandante do 31º Batalhão de Infantaria Motorizado, de Campina Grande, participou da reunião, na companhia do capitão Xavier, oficial responsável por esse tipo de logística.

Por força decreto assinado pelo prefeito Romero, além dos poços que pertencem à Prefeitura – dois no Parque do Povo e outros no Parque da Liberdade no Distrito dos Mecânicos -, até mesmo aqueles de caráter privado passam também a ser fontes de abastecimento para a população. “Água é um bem universal, portanto todos estão convocados a participar desse esforço”, ressaltou Romero.

Nenhum comentário