Header Ads

CMCG

Morre aos 88 anos, Padre Quevedo, o “descobridor de mistérios”


Oscar Gonzalez Quevedo Bruzan, o Padre Quevedo, de 88 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira (9) em Belo Horizonte. A assessoria de imprensa da Casa Jesuíta não divulgou a causa da morte nem o local do velório, alegando que a cerimônia será restrita a amigos e parentes. O enterro está marcado para esta quinta-feira (10), às 11h, no Cemitério Bosque da Esperança.
Padre Quevedo morava desde 2012 na residência Irmão Luciano Brandão, no Bairro Planalto, na capital mineira, onde ficam jesuítas idosos e com problemas de saúde.
Quevedo ficou famoso na década de 90, quando participou de diversos programas na televisão em que debatia com médiuns, pastores, ufólogos, ateus e curandeiros. Ele trazia uma explicação científica para os feitos ou tentava copiar a ação dita mediúnica.
Com o bordão de sotaque carregado “Isso non ecziste”, o Padre jesuíta, que tinha como nome de batismo Oscar González-Quevedo, ganhou um quadro no programa Fantástico, com o quadro “O Caçador de Enigmas”. A série foi finalizada nos anos 2000.

Nenhum comentário