Header Ads

CMCG

PRF inicia operação para reduzir acidentes nas férias de verão


Esta será a oitava edição da ação, que integra esforços de vários órgãos públicos da União, Estados e Municípios para a redução de mortes no trânsito
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia na próxima Sexta-feira (14) a Operação Integrada Rodovida 2018/2019, e as principais ações serão enfrentamento às mortes e violência no trânsito brasileiro. Para tanto a operação é uma ação do governo federal, comandada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da PRF, com apoio da Presidência da República, Casa Civil e dos ministérios das Cidades, da Saúde e dos Transportes. A abertura do Rodovida será às 10h, no Edifício-Sede da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Centro de Comando e Controle Integrado Nacional (CICCN), e contara com a presença, dentre outros, de Ministros de Estado envolvidos e do Diretor-geral da PRF, Renato Dias.
A ação será dividida em dois períodos. O primeiro irá da segunda quinzena do mês de dezembro até o fim de janeiro (14/12 a 31/01). Já o segundo estará compreendido entre 22 de fevereiro até 09 de março de 2019. Todo o período será caracterizado pelo aumento do fluxo de veículos e de passageiros nas rodovias federais em função das férias escolares e das festas de Natal, Ano Novo e Carnaval. Nesse período, além da preocupação em garantir aos usuários das rodovias federais a segurança, o conforto e a fluidez do trânsito, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) está engajada também, no Programa da Organização das Nações Unidas (ONU), Década Mundial de Segurança Viária 2011/2020, cuja meta prioritária é reduzir em 50% o número de mortos e de feridos em decorrência de acidentes de trânsito, recepcionado pelo governo brasileiro em maio de 2011, por intermédio do Pacto Nacional pela Redução de Acidentes no Trânsito (Pacto pela Vida).
O Programa consiste em esforços dos Governos Federal, Estadual e Municipal para reduzir a violência do trânsito, enfrentando acidentes, principalmente os relacionados ao excesso de velocidade, embriaguez ao volante, ultrapassagens proibidas, não uso do cinto de segurança, envolvendo motocicletas ou ciclomotores e uso do celular ao volante, historicamente com índices elevados de letalidade. São priorizadas ações integradas e simultâneas, envolvendo diversas agências de fiscalização, com atuação coordenada e sistêmica, dentro dos respectivos eixos de competência, com o intuito de somar forças no enfrentamento à violência no trânsito e na redução dos custos sociais decorrentes.
Durante o período da operação, a PRF intensificará as ações de fiscalização, focadas principalmente para coibir as condutas de ultrapassagens irregulares, excesso de velocidade, consumo de álcool, atropelamento de pedestres e trânsito irregular de motocicletas. Em paralelo às ações de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal e instituições de segurança pública os ministérios da Justiça, das Cidades, dos Transportes e da Saúde promoverão companhas publicitárias de conscientização em todo o Brasil. A operação abrangerá o período das férias escolares, festas de Natal, Ano Novo e Carnaval, feriados marcados pelo aumento no fluxo de veículos e de passageiros.
Edição Anterior – No ano anterior, a ação que iniciou em 22 de dezembro de 2017 e finalizou no dia 18 de fevereiro de 2018 finalizou com redução nos acidentes e mortes em rodovias federais. Foram contabilizados 2.930 feridos graves contra 3.012 registros na operação 2016/2017, uma redução de 2,7%.
Mesmo com as ações educativas e fiscalizações em pontos estratégicos, os órgãos envolvidos contabilizaram 13.606 acidentes; uma redução de 7,7% em comparação a Operação de 2016/2017, quando foram registrados 14.739. Esses acidentes foram responsáveis por 913 vítimas fatais; redução de 14% em relação a operação anterior, quando foram registrados 1.063 óbitos.
Ao todo 585.481 pessoas foram fiscalizadas pela PRF durante o período de Operação. As fiscalizações resultaram em 418.196 autuações – 3.205 de alcoolemia, 28.708 por falta do uso de cadeirinha e 53.101 por ultrapassagens irregulares. Durante a edição 2016/17 da Operação ocorreram 514.013 autuações.
Acesse o balanço da edição anterior clicando AQUI
Anuário 2017 – Neste mesmo período a Polícia Rodoviária Federal lança o Anuário 2017, que é um estudo detalhado sobre os acidentes ocorridos nas rodovias federais brasileiras ao longo do último ano, além de trazer uma análise do período entre 2007 e 2017.  O estudo aponta uma redução significativa no total de acidentes, feridos e mortos nos últimos anos. Os números demonstram que a partir do ano de 2007 a quantidade de ocorrências e vítimas era crescente.
Os dados indicavam um cenário preocupante e que, na verdade, espelhava o reflexo do crescimento acelerado da frota nacional de veículos à época. Esse crescimento no número de veículos circulante no país, em um primeiro momento, provocou impacto no total de acidentes e vítimas. Este fenômeno durou aproximadamente 4 anos. Em seguida, é perceptível, ao observarmos os gráficos, uma queda substancial nesses mesmos números.
A PRF tomou novos rumos, explorando os dados estatísticos e, ao mesmo tempo, promovendo uma readequação na metodologia de fiscalização e controle. Os pontos críticos tornaram-se prioridade na distribuição do efetivo da instituição. Daí, os resultados apareceram logo. Hoje, o total de acidentes é menor do que aquele registrado em 2007.
Acesse o Anuário clicando AQUI

PRF

Nenhum comentário