Header Ads

CMCG

Caso da pizzaria: soldado se apresenta e dá versão sobre mortes




Se apresentou na manhã desta quinta-feira (13), à Delegacia de Homicídios de João Pessoa, o policial militar que atirou em um grupo de jovens na noite dessa quarta-feira (12) na frente de uma pizzaria no bairro do Aeroclube. Um jovem morreu e outro está ferido em estado grave.
Luis Pereira, advogado do policial, disse que o soldado estava muito abalado com a tragédia e vai ser afastado das atividades operacionais. Ele ainda reforçou a informação da pizzaria de que Fernando Vieira da Costa não integra os quadros de funcionários do estabelecimento.
Após a apresentação, o soldado foi liberado para tratamento psicológico.
O capitão da companhia em que Fernando está lotado declarou que após o ocorrido ele entrou em contato relatando o fato.
“O soldado de imediato entrou em contato comigo, informando o ocorrido e solicitou também ao irmão que informasse a PM e que também chamassem o socorro. Ele disse que chegou lá para pegar a motocicleta com o irmão dele, que trabalha na pizzaria" disse.

Nenhum comentário