Header Ads

CMCG

Tribunal marca diplomação dos eleitos e Pâmela ficará como suplente


O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba programou para o próximo dia 18 de dezembro a cerimônia de diplomação dos eleitos na campanha eleitoral deste ano. O evento acontecerá às 16h no Teatro Pedra do Reino e serão diplomados o governador João Azevêdo (PSB) e a vice Lígia Feliciano (PDT), os senadores Veneziano Vital do Rêgo (PSB) e Daniella Ribeiro (PP), 36 deputados estaduais, 12 federais e os respectivos suplentes. De acordo com informações liberadas pelo TRE-PB, cada coligação ou partido vai diplomar dois suplentes, mesmo número contido na chapa de senadores. A diplomação dos suplentes para a Assembleia Legislativa e Câmara Federal obedecerá à ordem decrescente de votos recebidos dentro daquela coligação em que está inserido.
Serão diplomados 14 suplentes de deputado estadual e 10 de deputados federais, além de quatro suplentes ao Senado, dois relativos ao senador eleito Veneziano Vital e dois da coligação da deputada Daniella Ribeiro. Mesmo não tendo alcançado os 10% do Quociente Eleitoral por ter figurado entre os dois suplentes da coligação Força da Esperança III (PSL, DC e PRTB), a candidata Pâmela Bório (PSL), que teve 11.120 votos na disputa à Câmara Federal, também será diplomada. Pâmela é jornalista e ex-mulher do governador Ricardo Coutinho, com quem tem um filho. É natural da Bahia e na semana passada, numa entrevista ao “Correio Debate”, na 98 FM, o deputado federal eleito Julian Lemos (PSL) negou que Pâmela seria diplomada, levando em conta o critério de exclusão.
Após essas declarações, a ex-primeira-dama do Estado utilizou suas redes sociais para chamar a atenção para o equívoco, corrigindo Lemos, que também é vice-presidente da legenda. “Qualquer pessoa pode ir no site do TSE – Tribunal Superior Eleitoral e ver o resultado das eleições”, escreveu a jornalista. O Tribunal Regional Eleitoral, abordado por jornalistas, dirimiu a querela, assegurando que a candidata será diplomada na suplência da coligação Força da Esperança III juntamente com o capitão Antônio, que obteve 26.547 votos. Pâmela, na campanha, engajou-se à campanha de Jair Bolsonaro, que derrotou o petista Fernando Haddad no segundo turno.

Nenhum comentário