Header Ads

CMCG

Poucas empresas controlam a venda de gasolina em Campina. E preços não caem


O setor de revenda de combustíveis em Campina Grande caminha para se transformar num oligopólio, que é o controle de um segmento econômico por parte de poucas empresas.
De acordo com a apuração, existem na cidade cerca de 70 postos de abastecimento, que pertencem a apenas uma dezena de empresários, aproximadamente.
Essa concentração em poucas empresas interfere na livre concorrência do mercado e contribui para que os preços do álcool e derivados de petróleo sejam superiores a outras cidades, devido ao fato de ser, em alguma medida, um mercado cativo.
O exemplo do álcool (etanol) é emblemático. Enquanto em Campina o preço gira em torno de R$ 3,30 o litro, em João Pessoa já é comercializado em alguns postos por R$ 2,97.
Em Campina Grande, apesar da redução superior a 25% no preço cobrado pela Petrobras nas refinarias, ao longo das últimas semanas, a gasolina está sendo vendida em torno de R$ 4,70 o litro – o que significa uma redução em torno de apenas 10 centavos.
O Procon local ainda não se pronunciou oficialmente sobre essa situação.

Paraibaonline

Nenhum comentário