Header Ads

CMCG

Lula é denunciado pela Lava Jato por lavagem de R$ 1 mi em negócio na Guiné


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi denunciado nesta segunda-feira (26) pelo crime de lavagem de dinheiro. Segundo a denúncia feita pela força-tarefa do MPF (Ministério Público Federal) em São Paulo, Lula recebeu R$ 1 milhão por meio de doação ao seu instituto.
O valor seria contrapartida por ter usado "seu prestígio internacional, Lula influiu em decisões do presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, que resultaram na ampliação dos negócios do grupo brasileiro ARG naquele país africano", segundo o MPF.
Além do ex-presidente, a força-tarefa também denunciou o controlador do grupo ARG, Rodolfo Giannetti Geo, pelos crimes de tráfico de influência em transação comercial internacional e lavagem de dinheiro.
De acordo com a Lava Jato, os fatos ocorreram entre setembro de 2011 e junho de 2012. Lula também teria cometido o crime de tráfico de influência, o qual, em razão da idade de Lula --73 anos-- prescreveu.
Os procuradores apontam que, em 2011, Geo solicitou a Lula que agisse junto ao governo da Guiné Equatorial para manter acordos com o grupo ARG, "especialmente na construção de rodovias".
Provas, segundo a força-tarefa, teriam sido encontradas em e-mails no Instituto Lula que foram apreendidos durante a busca e apreensão realizada em 4 de março de 2016, no mesmo dia em que Lula foi levado pela Polícia Federal para prestar depoimento por meio de condução coercitiva, no aeroporto de Congonhas.

Nenhum comentário