Header Ads

CMCG

Aesa quer que políticos cobrem aumento do bombeamento para água chegar a Boqueirão


O presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), João Fernandes, quer que políticos cobrem aumento do bombeamento para água do Rio São Francisco chegar ao açude Epitácio Pessoa em Boqueirão.
João Fernandes afirmou que desde 16 de março o bombeamento da transposição foi paralisado e citou que a fase comercial só deve acontecer a partir dos primeiros meses de 2019, quando houver um contrato para bombear a água de Floresta e entregar na cidade de Monteiro.
Em entrevista a Rádio Caturité FM, João Fernandes destacou que o abastecimento dos municípios do médio Paraíba está garantido e que a transposição está bombeando dois metros por segundo. Ele disse que o bombeamento de nove metros por segundo de bombeamento ainda não é possível, pois o sistema ainda está em fase de teste e citou que é preciso que os deputados e senadores cobrem do governo federal o aumento do bombeamento para que a água chegue ao açude de Boqueirão.
– Estamos evitando conflitos e problemas. O governo federal está anunciando que está bombeando dois metros por segundo, mas não tem sido suficiente para chegar a Camalaú e chegar ao nível da caixa de descarga do São Francisco para chegar ao açude de Boqueirão – disse.

Nenhum comentário