Header Ads

CMCG

Aesa diz que atual vazão da transposição é insuficiente para levar água a Boqueirão

O presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), João Fernandes, afirmou que a vazão da transposição do rio São Francisco que está chegando ao Estado é insuficiente.
Segundo ele, a água que estava chegando ao açude de São José é de 700 litros por segundo, que é insuficiente para que este sangre e vá para o açude de Poções.
João, que está em Brasília participando da reunião do Conselho Nacional de Recursos Hídricos, vai discutir o assunto no Ministério da Integração.
– Vou no Ministério da Integração, junto com o secretário Deusdeth, para discutirmos e à tarde participarmos da reunião do Conselho Gestor do Programa de Integração do São Francisco, oportunidade em que vou colocar a necessidade de voltar a operar. Quanto maior a vazão, mais testado estará o sistema – frisou.
Conforme Fernandes, a água nem sequer chegou ao açude de Poções e, com a vazão atual, vai demorar para chegar ao açude de Boqueirão.
*As declarações repercutiram na Rádio Correio FM, nesta quinta-feira, 18


Paraibaonline

Nenhum comentário