Header Ads

CMCG

Romero é recebido pelo ministro das Cidades e consegue acelerar licitação de R$ 52 milhões em obras de pavimentação e mobilidade urbana em Campina Grande


O prefeito Romero Rodrigues, de Campina Grande, foi recebido, na noite de ontem, pelo ministro das Cidades, Alexandre Baldy, em Brasília. A audiência foi articulada pelo deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), líder do Governo na Câmara. Na audiência, prioritariamente, Romero pediu a Baldy a celeridade no processo de liberação dos recursos, na ordem de R$ 52 milhões, para obras de pavimentação e mobilidade urbana no Município, fruto de uma emenda impositiva de bancada.

Acompanhado do deputado estadual Manoel Ludgério Neto (PSD) e do vereador Antônio Alves Pimentel (PSD), Romero Rodrigues relatou para o ministro das Cidades que, do ponto de vista técnico das etapas preliminares, o processo já se encontrava num grau bastante adiantado no âmbito da Caixa Econômica Federal (CEF).

Alexandre Baldy assegurou ao prefeito campinense e comitiva que o Ministério se empenhará nos próximos dias no sentido de concluir a tramitação do processo e já anunciou que, até a próxima semana, a etapa decisiva de licitação do mais ousado programa de pavimentação da história de Campina Grande será lançada.

Romero agradeceu a atenção do ministro e o empenho político, em nível de Ministério, do deputado Aguinaldo Ribeiro, além da solidariedade de toda a bancada paraibana no Congresso Nacional. De acordo com o prefeito, tão logo a fase licitatória seja concluída, será feito o anúncio de toda a malha viária a ser contemplada com obras de pavimentação em asfalto e paralelepípedo em Campina Grande.
 
Com Cássio
 
Ainda na noite de ontem, Romero Rodrigues, Manoel Ludgério Neto e Antônio Pimentel foram recebidos pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), no gabinete da Vice-Presidência do Senado Federal.
Na oportunidade, Romero tratou de pautas administrativa e política com Cássio, obtendo do senador apoio decisivo nestes últimos meses de mandato em relação às demandas de Campina Grande.

Nenhum comentário