Header Ads

CMCG

Cervejarias artesanais ganham espaço na Paraíba; Projeto em tramitação regulamenta o setor




As cervejas artesanais existentes no país, e que a Paraíba há mais de cinco anos já aderiu a esta produção, vem sendo uma grande ameaça às marcas tradicionais existentes no Brasil. Difícil é não encontrar no Estado quem nunca deixou de lado a Brahma, Skol, Antarctica, Itapaiva, Bavaria, produtos renomados mundialmente, dando preferência à Sonsa, Turmalina, Gameleira, Bucho de Sapo, Jacumã Beer, Wooddecker, desconhecidas no mercado, mas sempre presentes nos finais de semana em encontros de amigos. Os fabricantes dessas cervejas artesanais sonham alto de um dia se tornarem reconhecidos e terem lucros exorbitantes.
João Pessoa e outros municípios paraibanos presenciam, no momento, um “pool” de fabricantes de cervejas artesanais. Sem regulamentação para a exploração comercial, os produtos são, na grande maioria, fabricados em “fundos de quintal” e seus produtores classificam como “hobby” esta iniciativa. “Podemos até dizer que é um divertimento. Produzimos essa cerveja mais para reunirmos os amigos. Gostamos de algo diferente e nossa produção não é industrializada, tem sabor integral e a degustação é melhor do que as tradicionais existentes no mercado”, afirmou o administrador de empresa Fábio Cardoso, sócio com o empresário Benjamim Borges da Cervejaria Sonsa, localizada na Avenida Guarabira, 823, Manaíra, em João Pessoa.

Há um ano que a Cervejaria Sonsa foi criada por Fábio e Benjamim. Para Fábio, a diferença entre as cervejas artesanais e as tradicionais existentes no mercado brasileiro está no malte da cevada, já que as grandes marcas, ao longo do tempo, passaram a fabricação do produtor com outros cereais, reduzindo, assim, o malte da cevada. “No caso das artesanais, estas possuem 100% malte, ou seja, uma produção totalmente integral, daí não perder, assim, sua essência e originalidade, tornando-a mais degustante”, disse ele.

Lei em tramitação - A regulamentação das instalações das microcervejarias produtoras de cervejas artesanais e brewpubs (estabelecimento que produz cerveja em pequena escala, para venda direta e exclusiva ao consumidor final, destinada ao consumo no mesmo local de produção), em João Pessoa, não deve demorar muito a acontecer. Projeto de lei do vereador Thiago Lucena (PNN) está em tramitação na Câmara Municipal da capital, autorizando as instalações, desejo dos produtores e fabricantes. A atividade, no entanto, conforme o parlamentar, deverá ser explorada como de pequeno porte, baixo risco e baixo impacto ambiental.

Nenhum comentário