Header Ads

CMCG

Três igrejas católicas são pichadas em Campina Grande na madrugada


Em um ato de vandalismo, desrespeito religioso, ousadia, pichadores ainda não identificados, atacaram pelo menos três igrejas católicas de Campina Grande. Os templos tiveram paredes, portas e muros pichados na entre a noite desta sexta-feira (19) e a madrugada deste domingo (22).

Os casos aconteceram em templos nos bairros Liberdade e Santa Rosa. 
Entre as frases pichadas estão ““Morra”, além de desenhos pornográficos. Duas das igrejas atacadas ficam no bairro Santa Rosa e a terceira no bairro Liberdade. As igrejas atacadas foram as de São Pedro, Santa Vitório e Santa Filomena das Graças.

Os casos foram confirmados pela Pastoral de Comunicação da Diocese de Campina Grande, que informou não ter conhecimento do que possa ter motivado as ações de vandalismo.

A Polícia Civil foi acionada e está investigando o caso.
O Centro Histórico de João Pessoa, um dos principais pontos turísticos da cidade, também sofre com a ação dos pichadores. Imóveis e monumentos da região apresentam as marcas do vandalismo. Revitalizada pela última vez em 2012, a Igreja de São Frei Pedro Gonçalves encontra-se com pichações que, em determinados pontos, sobem até perto do teto da edificação.
No Brasil, a pichação é considerada vandalismo e crime ambiental, nos termos do artigo 65 da Lei 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais), que estipula pena de detenção de 03 meses a 01 ano, e multa, para quem pichar, grafitar a edificação ou monumento urbano.


PB Agora

Nenhum comentário