Header Ads

CMCG

Mídia nacional aponta até rua vendida em cidade da Paraíba com prefeito e vereadores presos na Operação Xeque Mate


Uma reportagem do portal UOL, trazida neste sábado (21) ,trouxe à tona o escândalo que abalou a cidade portuária de Cabedelo, localizada na região metropolitana de João Pessoa. A publicação traz detalhes do esquema enfatizando que a prefeitura vendeu até mesmo as ruas da cidade nas práticas de corrupção adotadas.
Cidade portuária e turística, terceira maior arrecadação da Paraíba, marco zero da BR-230 e com um histórico de corrupção e desvio de dinheiro sem precedentes no Estado. Assim é o município de Cabedelo, na região metropolitana de João Pessoa, alvo da operação Xeque-Mate, realizada no início de abril deste ano, que prendeu o prefeito, cinco vereadores e mais cinco servidores.
Mesmo preso, o grupo custava aos cofres públicos R$ 103 mil por mês em salários. Provocada pela população, a Câmara de Cabedelo consultou o TCE-PB (Tribunal de Contas do Estado da Paraíba), que determinou a suspensão dos vencimentos. Uma decisão liminar publicada no último dia 27 autorizou o pagamento a três vereadores afastados.  Até o momento, 26 pessoas foram denunciadas pelo MP (Ministério Público) da Paraíba por formar uma organização criminosa que teria vereadores afastados. 
Até o momento, 26 pessoas foram denunciadas pelo MP (Ministério Público) da Paraíba por formar uma organização criminosa que teria causado prejuízo de R$ 20 milhões aos cofres públicos. Essa estimativa inclui desvios por meio de servidores fantasmas, desvalorização de obras e venda de licitações.  Na última quinta-feira (19), a Polícia Federal realizou a segunda fase da operação e cumpriu mandados de busca e apreensão em em escritórios de pessoas que são suspeitas de envolvimento no esquema. 



UOL

Nenhum comentário