Header Ads

CMCG

“Assassino estava com o satanás”, diz dona de cão morto a foiçadas


“O cachorro foi morto brutalmente e quem fez isso é um monstro. O assassino estava com o satanás nas costas. Eu tenho certeza que ele não é um ser humano”. Essas são as palavra da idosa dona de um cachorro morto por duas foiçadas na cabeça na cidade de Uiraúna, no Sertão da Paraíba. O animal assassinado se chamava Rubico e tinha 12 anos de idade.
Segundo a Polícia Civil, o caso aconteceu na segunda-feira (22) à tarde, no bairro do Garrafão. Tudo começou quando a mulher estava levando o cachorro para fazer as necessidades fisiológicas durante um passeio. No entanto, no meio do caminho, o animal latiu para um homem que estava passando pela calçada.
Irritado, o suspeito, que trabalhava podando árvores, puxou uma foice e efetuou dois golpes na região da cabeça de Rubico. A dona, desesperada, arrastou o cachorro para dentro de casa e chamou uma veterinária para socorrer o animal, mas não foi o bastante. Rubico não resistiu e morreu. Já o suspeito, fugiu do local.
Um policial que morava perto de onde aconteceu o tumulto ligou para PM e, após alguns minutos de ronda, os militares não conseguiram encontrar o suspeito. Na delegacia foi realizado um Termo Circunstancial de Emergência (TCO), que foi encaminhado para o fórum da cidade. Em breve, a juíza deve ouvir os envolvidos no caso. O homem que matou o animal pode ser enquadrado no artigo 32 da lei ambiental número 9.605, que prevê condenação de três meses a um ano de prisão em regime fechado e multa.

OP9

Nenhum comentário