Header Ads

CMCG

Inscrições para o SiSU 2018.2 começam nessa terça-feira



UFCG vai oferecer 1.525 vagas em 35 cursos de graduação, sendo 755 vagas na modalidade ampla concorrência e 770 reservadas para o sistema de cotas

Começam nessa terça-feira, dia 12, as inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) do segundo semestre de 2018. Na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) serão ofertadas, ao todo, 1.525 vagas em 35 cursos de graduação, sendo 755 vagas na modalidade ampla concorrência e 770 reservadas para o sistema de cotas.

As inscrições serão realizadas até a próxima sexta, dia 15, na página http://sisu.mec.gov.br/, e o resultado da chamada regular (única) sairá no próximo dia 18.

Para poder fazer a inscrição, o estudante deve ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2017), obtido nota na redação diferente de zero e não estar na situação descrita no item 1.10 do Edital do Enem 2017. Também é necessário informar o número de inscrição do Enem 2017 e a senha mais atual cadastrada no Enem.

Aplicativo

Por meio do aplicativo do Sisu (http://sisu.mec.gov.br/mobile), o estudante poderá acompanhar sua inscrição, ter acesso as classificações parciais e notas de corte, ver o resultado final e a lista de aprovados.

Cadastramento e matrícula

Na terminologia da UFCG, cadastramento é o procedimento por meio do qual o candidato aprovado se torna aluno da UFCG, enquanto que matrícula é o procedimento por meio do qual o aluno define as disciplinas que irá cursar em cada período letivo.

O cadastramento dos convocados na chamada única será realizado nos dias 22, 25, 26, 27 e 28 de junho, com a manifestação de interesse em participar em lista da espera ocorrendo de 22 a 27 de junho.

A primeira chamada da lista da espera na UFCG acontecerá no dia 3 de julho, com o cadastramento dos convocados acontecendo nos dias 5 e 6.  A matrícula em disciplinas ocorrerá no dia 15 de agosto e o início das aulas está programado para o dia 20 de agosto.

Mudanças no SiSU 2018.2

Nesta segunda edição anual do SiSU, será vedada ao estudante a inscrição para o mesmo curso, turno, local de oferta e instituição, independentemente da modalidade de oferta, para o qual tenha se matriculado em razão de sua seleção no SiSU 2018.1. A decisão do MEC foi publicada na Portaria 541, no última quinta, dia 7.

Outra mudança diz respeito aos critérios de definição do percentual de vagas reservadas para candidatos portadores de deficiência. Após entendimentos entre o MEC, o Ministério da Saúde e a Comissão Nacional de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência e dos Direitos Humanos, o percentual de vagas foi reduzido em todos os estados. Na Paraíba, baixou de 27,77 para 9,78%.

Até a edição 2018.1, o MEC utilizou o percentual de pessoas que, no último censo realizado pelo IBGE, declararam possuir deficiência total (não consegue de modo algum ver/ouvir/etc.), "grande dificuldade" ou "alguma dificuldade" decorrente da deficiência. A partir de agora, o ministério utilizará o percentual de pessoas que declararam possuir deficiência total ou "grande dificuldade", deixando de contar aquelas que responderam que possuem "alguma dificuldade".

Veja aqui o edital completo e a legislação do processo.

Nenhum comentário