Header Ads

CMCG

Semana do Microempreendedor Individual tem ações em doze municípios da Paraíba



Evento acontece entre 14 e 19 de maio. Oficinas, palestras e orientação gratuitas serão ofertados aos empreendedores e trabalhadores informais que querem conquistar sua cidadania empresarial.

Em menos de dez anos, mais de 100 mil pessoas que trabalham por conta própria saíram da informalidade na Paraíba e, agora, exercem suas atividades com todos os benefícios provenientes da formalização. Para informar, registrar e capacitar ainda mais esses microempreendedores individuais (MEI), o Sebrae Paraíba irá realizar no período de 14 a 19 deste mês a décima edição da Semana do Microempreendedor Individual.

Do Litoral ao Sertão, todos os escritórios regionais, e também o ponto de atendimento do Sebrae, em São Bento, estarão engajados num grande esforço para atender, gratuitamente, esses empreendedores com oficinas, capacitações, palestras e orientação empresarial indiviudalizada, ao todo cerca de 100 ações em todo o estado.

“O nosso foco será auxiliar os empreendedores que querem se formalizar, fazer a declaração anual e tirar dúvidas em relação a atividade que desenvolvem. Vamos também preparar o MEI para aumentar as vendas, atrair mais clientes e orientar quanto aos temas de educação financeira e previdenciária”, afirma o superintendente do Sebrae na Paraíba, Walter Aguiar.

De João Pessoa ao Cariri, de Campina Grande ao Sertão, de Mamanguape ao Conde, de Guarabira a Araruna, todos os escritórios regionais organizaram uma programação especial que acontecerá, simultaneamente, em 12 municípios.

“Este ano a mobilização também terá como ênfase a orientação do MEI para estimular vendas, visto que a última pesquisa do perfil do MEI apontou que 31% dos empreendedores apontam a dificuldade para conquistar e reter clientes como principal problema enfrentado e 25% dos que fecham o negócio relataram que não tinham lucro”, afirma Elinaldo Macedo, gerente estadual de desenvolvimento, inovação e tecnologia do Sebrae Paraíba.

Para quem não puder comparecer pessoalmente aos postos e tendas, o Sebrae montou um esquema de plantão, com consultores do Programa “Fale com um especialista”, além de ter programado eventos virtuais e uma programação digital especial, que os internautas podem acessar no Portal do Sebrae (http://www.sebrae.com.br).

Microempreendedorismo

O trabalhador conhecido como informal pode se tornar um Microempreendedor Individual legalizado e passar a ter CNPJ, o que facilitará a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais. Além disso, o MEI tem direito aos benefícios previdenciários, como auxílio-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria, entre outros.

Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar hoje até R$ 81.000,00 por ano ou R$ 6.750,00 por mês, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter no máximo um empregado contratado que receba o salário-mínimo ou o piso da categoria.

Nenhum comentário