Header Ads

Suspeito de agredir jornalista em protesto na PB vai responder por lesão corporal



O suspeito de agredir o repórter Oscar Neto, da rádio Band News, vai responder em liberdade por lesão corporal. De acordo com a Polícia Civil, ele foi encaminhado ainda na noite da sexta-feira (6) à Central de Flagrantes, no bairro do Geisel, o delegado fez todos os procedimentos e o liberou.

A agressão aconteceu na sexta-feira (6) durante protesto contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em João Pessoa.
Oscar Neto relatou nas redes sociais que foi cercado por quatro vândalos. Eles derrubaram o gravador e o celular que o jornalista usava para trabalhar e deram vários socos nele.
Durante o trajeto do protesto, um grupo de vândalos também depredou o prédio da TV Cabo Branco, afiliada da Rede Globo em João Pessoa. Algumas pessoas atiraram pedras nas janelas e derrubaram o portão de entrada de veículos da sede da empresa. Muitos funcionários tiveram que ser retirados de seus postos de trabalho. Ninguém ficou ferido.
Todas as imagens com flagrantes de vandalismo vão ser entregues à polícia.

Redação com G1
Foto: Walla Santos

Nenhum comentário